O preconceito não tem peso físico que possa ser contabilizado em uma balança, mas pesa bem mais que o corpo de um gordo.

O preconceito não tem sexualidade nem preferência por gênero, mas é tão violento quanto um estupro.

O preconceito não tem cor visível, mas com toda certeza é bem mais escuro que a pele de um negro.

O preconceito não tem preço ele é distribuído de graça, o preconceito é vivo e se move com rapidez de um lince, espalha-se como um vírus, impregna o mundo e permanece anônimo mesmo quando esta mostrando a cara.

Dê voz a sua luta, seja contra o preconceito seja ele em que seguimento social esteja, o peso do preconceito pode ser grande,

porem o peso da sua força é bem maior.(Milly Costa)

2 de fev de 2011

Não é uma questão de aparência



Acredito que todos estejam a par do texto publicado no jornal  A FOLHA de SP: Governador de SP diz que 'se houver erro ou injustiça, caso será corrigido'.


"O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disse nesta quarta-feira (2) que mulheres que dizem ter sido impedidas de assumir cargo de professoras por serem obesas poderão entrar com recurso.
O caso foi publicado no jornal Folha de S.Paulo nesta quarta-feira. De acordo com a publicação, as professoras afirmam a contratação delas foi "vetada" após exame médico feito pelo Departamento de Perícias Médicas de São Paulo.
“O ingresso não é uma questão de aparência. O estatuto exige exames físicos. Os critérios são técnicos. A pessoa pode apresentar recurso e vai ser analisado. Se houver erro ou injustiça, será imediatamente corrigido”, afirmou o governador em evento para entrega simbólica de kits escolares em São Paulo.

A Secretaria de Gestão Pública, responsável pela perícia, disse, por meio de sua assessoria, que a obesidade mórbida pode ser considerada doença, e que as docentes podem entrar com recurso.
O G1 entrou em contato com a Secretaria de Gestão Pública para obter mais informações e aguarda retorno.
Em nota, o Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) manifestou indignação com o caso. Segundo a presidente Maria Izabel Azevedo Noronha, "denota preconceito e desrespeita direitos fundamentais da pessoa humana, bem como os direitos adquiridos por aqueles que participaram do concurso e nele foram aprovados."

HIPOCRISIA total, sem desculpas daqui um tempo todos os GORDOS serão banidos da terra, gordo não vive, não compra, não estuda, não trabalha, não passa na roleta de onibus, não cabe no assento do avião, não emagrece por que é sem vergonha...
O QUE MAIS TEREMOS QUE OUVIR...e pior O QUE SERÁ NECESSARIO FAZERMOS para acabar com isso ?!!!
Desde quando capacidade se mede pelo tamanho do corpo ?!!!È preciso sim que a pessoa goze de boa saúde para que trabalhe sem demais problemas, e ser GORDO como eu sou e ter todas as taxas no lugar não existe ?!!!

NÃO ESPERE QUE O PRECONCEITO MACHUQUE ALGUEM QUE VC CONHECE COMEÇE A COMBATE-LO ANTES QUE ELE CHEGUE ATE VC !

Chega...começem a sair de suas cascas, desse armario e começe a mostrar que vc não esta contente com o que vem acontecendo, e digo mais mandemos emails as autoridades, vamos as ruas...somos cidadãos pagantes de impostos temos direitos...

Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. Há dez anos atrás aconteceu exatamente a mesma coisa comigo. Na época eu tinha mais de 150 quilos e me barraram na pericia. Passei em primeiro lugar e não podia me efetivar pq era gorda.
    Tive que passar por 3 cardiologistas e depois de constatar que não tinha problema cardiaco, tive que ameaçar o governo de processo para enfim assumir.
    Dez longos anos se passaram e o preconceito continua...que vergonha!!!!!

    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olha, estou para te dizer Kel, que dez anos é pouco para se falar em preconceito. Concordo com a Nana que precisamos agir. E agir em conjunto trará um resultado ainda melhor do que agir sozinho. Precisamos nos unir pessoal! Para que tenhamos o respeito que tanto merecemos. Porque negar emprego, principalmente se tratando de um concurso público só porque a pessoa é gorda é complicado.

    ResponderExcluir
  3. oi tinha lido essa reportagem e achei o auge do absurdo e da hipocrisia, não há limites para esse preconceito que paira no ar e que é banalizado, é motivo de piada e humor... mais concordo com renata é hora de reagirmos de nos mobilizarmos em prol dos nossos direitos..

    ResponderExcluir
  4. quando se fala em, policia, bombeiro, marinheiro etc, até concordo em termos em barrar, pq são profissões onde o físico é exigido... eu fiz todas as provas pra agente penitenciario, passei no teste escrito, no psicologico, no criminal e fui barrada por conta de ser gorda... bom.. pensei: deve ser exigido muito o fisico desse pessoal, só pode... a propria psicologa me falou que eu era uma das melhores canditadas mais que não passaria para o exame fisico... será que se eu fizesse eu passaria??? fica ai a grande interrogação???

    ResponderExcluir
  5. Concordo com tudo que foi falado...que palhaçada é essa?

    Ser gordo e não ter direito de nada, estou revoltadissima com tudo que venho lendo.
    Profissão que exige fisico como a moça de cima citou é uma coisa, agora quando se faz uma faculdade de letras para o ensino não é pedido que seja magro.

    ResponderExcluir

Bem vindo(a), obrigada pela visita !!!
Fique á vontade e não esqueça de seguir :)
Comentários são sempre bem vindos *-*

#WTFF??!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©