O preconceito não tem peso físico que possa ser contabilizado em uma balança, mas pesa bem mais que o corpo de um gordo.

O preconceito não tem sexualidade nem preferência por gênero, mas é tão violento quanto um estupro.

O preconceito não tem cor visível, mas com toda certeza é bem mais escuro que a pele de um negro.

O preconceito não tem preço ele é distribuído de graça, o preconceito é vivo e se move com rapidez de um lince, espalha-se como um vírus, impregna o mundo e permanece anônimo mesmo quando esta mostrando a cara.

Dê voz a sua luta, seja contra o preconceito seja ele em que seguimento social esteja, o peso do preconceito pode ser grande,

porem o peso da sua força é bem maior.(Milly Costa)

26 de nov de 2012

Eliana chora ao relembrar preconceito ''Nunca esqueci''



A trajetória de Eliana até o estrelato não foi fácil. Filha de zelador, a apresentadora relembrou a carreira no Conexão Repórter, do SBT, desta quinta-feira (22), e revelou os traumas que carrega da infância.

A artista contou que tem orgulho de suas origens humildes, mas ainda se lembra de ter sido discriminada por algumas pessoas quando era apenas uma menina. “O dia que mais me marcou foi quando ouvi o pai de uma criança com quem eu brincava dizendo em uma discussão: ‘Eu não quero a filha do zelador aqui!’. Eu nunca esqueci isso”, disse a artista, que não conteve as lágrimas.

Eliana afirmou ter dado melhores condições para a família e orgulha-se por ter vencido na vida e construído um sólido caminho na TV. “Tenho humildade porque sei muito bem de onde eu vim e dou valor demais às minhas conquistas”, declarou.

Mais feliz com o próprio corpo após a maternidade, Eliana revelou ter se arrependido de ter feito uma lipoaspiração aos 20 anos e também que negou cinco vezes convites para posar nua. “Eu acho um absurdo. Qualquer coisa que você faça com criança, você tem que deixar distante a sensualidade e a sexualidade”, falou.

Sobre a disputa pela audiência entre ela, Xuxa e Angélica na época em que apresentavam programas infantis, Eliana foi enfática: “A rivalidade profissional é fundamental para quem trabalha com televisão. Observei muito e até hoje observo os meus concorrentes”. (DFN)

Foto e texto : Contigo

18 de nov de 2012

Preconceito contra bipolaridade




Catherine Zeta-Jones quer acabar com preconceito contra bipolaridade
A atriz, diagnosticada em 201, falou abertamente sobre a doença em entrevista para a revista 'InStyle'.


Desde que foi diagnosticada com transtorno bipolar, Catherine Zeta-Jones tirou um tempo para refletir e quer acabar com qualquer preconceito que as pessoas têm em relação a doença. Em entrevista à revista "InStyle", a atriz falou em como tem sido seus dias desde o diagnóstico.

"Foi um momento intenso, de formas boas e ruins. Você encontra coisas dentro de si mesmo que nunca imaginou que estavam lá", revelou ela. "Você não pode fugir do que as pessoas falam e isso pode ser doloroso. A coisa mais inteligente que eu fiz foi parar de usar a internet. Era o tipo de pessoa que só olhava o lado negativo das coisas".

Catherine admite que é difícil também para o seu marido, o ator Michael Douglas, mas que aos poucos consegue mostrar que a doença não é tão complexa.

"Michael não consegue entender muito bem algumas atitudes, mas essa é a maneira que eu sou. Eu simplesmente paro algumas coisas que são ruins e isso é libertador. Eu não sou do tipo de pessoa que gosta de expor meus problemas pessoais em público, mas com o meu transtorno bipolar exposto, espero que as pessoas saíbam que é uma doença totalmente controlável. Eu espero ajudar a acabar com qualquer preconceito relacionado ao transtorno. Quem tem a doença e não está sobcontrole, tem que procurar ajuda, existem vários tratamentos disponíveis".

Texto e foto : Ego/Noticia

16 de nov de 2012

DROGAS que NÃO viciam, MAS deveriam.

Esse titulo me chamou atenção e foi ai que cheguei ao blog BITOLA HUMANA escrito por Monik Ornellas.
Um texto cômico e real, além de inteligente! Ctrl+C e Ctrl +V por que merece!




Fato é que, há uma gama de remédios super necessários que ainda não foram criados, mas podemos deixar aqui algumas sugestões de DROGAS mais conscientes. Lá vai:


PIRULITOL(cápsulas com pózinho) – Quase uma vassoura atrás da porta, coloque 2 gotas de pirulitol no drink do amigo e em poucos instantes ele irá lembrar de algo importante a fazer e tomará seu rumo. É quase como um memoriol só que adicionado da “Síndrome da Urgência” na execução.


CÁPSULA ANTI-DRAMA – Essa é pra tomar ao acordar. Tipo, abriu o olho tasca a dita pra dentro, por que para muita gente o drama começa ao som do despertador, se estende na preguiça de levantar e daí pra frente é só ladeira abaixo. Com tal pílula, você pára de espernear como um bebê chorão e assume cada M que faz, ou, deixa de fazer. Indicado para todos os com-dor, sem sorte, mal amados(as) e injustiçados do planeta.


INIBIDOR DE MENTIRAS DESLAVADAS incluindo as brancas (em gotas) – Natural e porreta! Se a mentira for como uma compulsão, joga umas 50 gotas em meio copo d’água e tasca pra dentro! Acredito que esse também deveria ser tomado pela manhã para não começar na bat-mentirinha do atraso, se arrastando para tudo que você não consegue assumir um posicionamento ou mandar a real quando tem vontade.


INJEÇÃO ANTI-VERBORRÁGICA (intra venosa)- Se o problema não é falar muito, mas a qualidade do quê se fala, essa injeção é de efeito imediato. Um cala-boca venoso. Ideal para fofoqueiros.


ESTIMULANTE DE GENTILEZA E EDUCAÇÃO (em conta gotas) - Para colocar nos bebedouros dos órgãos públicos, nas águas vendidas no trânsito e se possível pingar nos milhões de croquetes, joelhos, churrasquinhos de gato, cervejas e chopps vendidos. Tipo um sossega-leão reflexivo.


COLÍRIO CLAREADOR DE PRECONCEITO – esse aí você pinga no olho e arde no cérebro. Ele apaga todas as premissas que transformam seu olhar num torpedo preconceituoso. Temporariamente você ficará um pouco tonto, pois ele bagunça seu coreto para que possa experimentar novos pontos de vista e desconstruir esse julgamento hipócrita do mundo. Cuidado: Uso excessivo pode causar lobotomia.


COLÍRIO EMAGRECEDOR - Faz com que, ao se olhar no espelho você VEJA, PERCEBA e APROVE todas as suas gostosuras, aprendendo a apreciar cada ondinha do seu corpo como única. Também arde o cérebro, pois apaga as programações de beleza auto programadas sobre magrelas, ossudas e principalmente sobre dietas punitivas ao prazer de viver.


MEMORIOL (em cápsulas)– Solicitação antiqüíssima e aclamada por muitos, porém essa versão particular é direcionada para aqueles que sofrem de “memória seletiva”, tipo, são muitos bons em lembrar de tudo, e melhores ainda de apagar aquilo que lhes convém (preciso de tomar uns 10 desses por dia);




PÍLULA ANTI-HIPOCRISIA – Essa é para aquelas mocréias tomadoras de conta da “boa moral e dos bons costumes”. É tipo uma pílula expositora do comportamento encubado. Faz vir à tona a real necessidade da criatura, para que ela possa ver que só mete o malho naquilo que tem vontade de fazer rasgado, mas seu puritanismo não lhe permite. Liberdade ao Dark Side!


SUPOSITÓRIO ANTI-VÍTIMA – Se todo mundo está errado e só você está certo, pode adquirir logo um desses. De rápida absorção, a responsabilidade rapidamente baterá á sua porta.


SUPOSITÓRIO ANTI-MEDO – Para quem tem medo de sair, de namorar, de correr, andar na rua, de assalto, de sorriso, de contato, de bate papo virtual, de bate papo real, de cachorro ou de respirar. 3 x ao dia.


SUPOSITÓRIO ANTI-UMBIGUISMO – Amplifica a visão e percepção do ser para além do seu umbigo. Pessoas que sofrem desse mal precisam de tratamento continuado, aplicar 3x ao dia. Em caso de crise continuada, adquirir versão venosa.



Com certeza eu amei esse post e tenho certeza que todos vão amar tbm!

14 de nov de 2012

O menino e a cerca

 
Certa vez, havia um menino que tinha um temperamento difícil.
Seu pai lhe deu, então, um saco de pregos e disse que a cada vez que ele perdesse a paciência, pregasse um prego na cerca dos fundos de sua casa.
No primeiro dia, o menino pregou 37 pregos na cerca. Então foi diminuindo gradualmente.
Ele descobriu que era mais fácil conter seu temperamento do que bater pregos na cerca.
Finalmente, chegou o dia em que o menino não perdeu mais a paciência.
Ele contou isso ao seu pai, que sugeriu que agora o menino tirasse um prego da cerca para cada dia que ele conseguisse conter seu temperamento.
Então os dias foram passando e o menino pôde, finalmente, contar ao seu pai que não havia mais pregos na cerca.
O pai pegou o filho pela mão, levou-o até a cerca e disse: Você fez bem meu filho, mas veja os buracos na cerca.
A cerca nunca mais será a mesma.
Quando você fala coisas com raiva, elas deixam uma cicatriz no coração das pessoas, como estas.
Você pode enfiar uma faca em um homem e tirá-la.
Não importa quantas vezes você diga que sente muito, a ferida continuará lá.
Uma ferida verbal é tão ruim quanto uma física. Portanto, mantenha isto em mente antes de se irar contra alguém.
Lindo texto, que nos faz refletir, indicado por uma amiga do facebook  Bru Pucca

12 de nov de 2012

Não fuja da verdade só porque ela o assusta...



É ridículo como algumas pessoas deixam de "gostar" de você a partir do momento que você não faz o que elas querem.

E a gente tem que ir levando, como se nada tivesse acontecido, como se não tivesse machucado.

Algumas pessoas continuam não se colocando no lugar das outras!

E quem se coloca sofre preconceito, é chamado de bobo, mas o que você prefere ?

3 de ago de 2012

Entenda a diferença!


Nós mesmos somos culpados do preconceito...Vivemos em prateleiras como objetos, coisas.
Não sabemos nos impor como seres humanos, vivemos levantando bandeiras, fazendo campanhas e assim nos dividimos.
O respeito independe de cor, raça, religião, tamanho, idade e esquecemos totalmente que o que nos diferencia um dos outro é apenas nossa digital que ai sim é única! 
Vamos refletir !

28 de jul de 2012

Viva por você!



‎"Viver de acordo 

com as expectativas 

dos outros é suicídio."

16 de jul de 2012

Preconceito nas redes sociais



Procurando ler mais sobre um assunto achei um site o ABSURDA.COM que aborda o tema de forma simples e direta.
Vejam o post :

Achei muito boa essa análise do preconceito existente nas redes sociais. Nem nos damos conta, mas está lá. Para ajudar a construir uma sociedade mais tolerante, roubei esse texto abaixo do blog da FLAAC:
“O preconceito está muito mais presente em nosso cotidiano do que imaginamos. O simples ato de aceitar ou recusar um convite de amizade nas redes sociais já pode dizer muita coisa sobre isso, como demonstrou o teste realizado pelo Museu Memória e Tolerância, uma instituição mexicana que tem o objetivo de ensinar a tolerância por meio da memória histórica.
A instituição criou quatro perfis no Facebook. Camila Peralta, Britani Cadena, Alonso Piccard e Brayan Carlo Rublo. As duas mulheres eram representadas pela mesma modelo e os dois homens pelo mesmo rapaz. A diferença é que as fotos de Britani Cadena e Brayan Carlo Rublo foram digitalmente modificadas para que eles tivessem um tom de pele mais escuro. Fora isso, as características dos perfis eram exatamente iguais.
As duas mulheres faziam um pedido de amizade para a mesma pessoa ao mesmo tempo. O mesmo acontecia com os homens. O resultado foi que Camila Peralta foi 100% de vezes mais aceita do que Britani e recebeu seis vezes mais comentários. No caso dos rapazes, a diferença foi ainda maior. Alonso obteve 300% de aceitação a mais do que Brayan. Além disso, o perfil de Brayan foi denunciado quatro vezes e o de Alonso apenas uma. Na última denúncia, a rede social apagou o perfil do rapaz.”
Assistam o vídeo e reflita um pouco sobre o resultado. Também vale a pena visitar o site do Museu.



5 de jul de 2012

Respeito a arte essencial da vida

Olá, Em meu primeiro texto no blog trago um assunto essencial ao dia a dia:




O respeito é a forma mais concreta de afeição e de carinho pelo próximo.Nossos limites terminam onde começam o do outro e conhecer essa imposição é essencial na vida. Seja a matéria (corpo, estatura, cor de pele ou de olhos) ou as crenças que a pessoa traz, respeitar a opinião alheia é um ato muito saudável para o convívio social. Em um tempo onde tudo é muito rápido e as notícias se espalham como rastro de pólvora, saber o que falar, como falar e quando falar faz parte da etiqueta diária. O preconceito começa com a falta de respeito, podemos não gostar ou não com a crença, as opiniões ou com a pessoa, mas devemos saber responder seus argumentos e suas provocações de forma educada porque responder da mesma forma depõe contra nossa pessoa.



Imagine quantas guerras, quantos conflitos não seriam evitados seo respeito fosse a matéria principal abordada de forma silenciosa nesses encontros. Minha mãe sempre diz que certas coisas devem ser mantidas para nós de forma a evitar conflitos e a não manchar nossa imagem diante do mundo. Algumas palavras e discursos devem ser evitados porque cabe a cada um de nós a consciência do que somos, queremos ou gostamos independente das opiniões alheias ou modismos aviltantemente globalizados. Até a próxima, Roberta Martorelli www.modicesdebebe.wordpress.com

2 de jul de 2012

7 crimes contra idosos

Maus-tratos a pessoas com mais de 60 anos crescem à medida que a população brasileira envelhece.





Junho poderia ser um mês de comemorações para quem tem mais de 60 anos. O Conselho Nacional do Direito do Idoso (CNDI), órgão ligado à Secretaria de Direitos Humanos, completou uma década de existência e trabalhos em prol dessa faixa etária. E, no último dia 15, celebrou-se o Dia Mundial de Combate à Violência Contra o Idoso. Mas, a despeito de debates entre políticos, lembretes e propagandas de associações ligadas ao tema, realidade e dados provam que ainda há muito a ser feito pelos brasileiros com 60 anos ou mais.

O problema começa pelos direitos mais básicos, assegurados pelo Estatuto do Idoso. Quem sabe que, como diz a Lei 10.741, de 2003, é "dever de todos prevenir a ameaça ou violação aos direitos do idoso"? Não ajudar um senhor ou uma senhora, por exemplo, "quando possível fazê-
lo sem risco pessoal, em situação de iminente perigo", pode dar cadeia de 6 meses a 1 ano. A mesma pena serve para qualquer indivíduo que decidir, não importa o motivo ou a circunstância, "desdenhar, humilhar, menosprezar ou discriminar pessoa idosa".


Como explica Marília Berzins, assistente social e profissional da Área Técnica de Saúde da Pessoa Idosa, da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo, "a ofensa, muitas vezes, dói mais do que um tapa. O idoso se sente a mais inferior das pessoas". Para a especialista, a violência contra o idoso é muito menos física e muito mais psicológica e financeira. Não é à toa que são esses os principais motivos de ligações para o Disque 100 Idoso, canal de denúncia de crimes contra pessoas mais velhas. Segundo a Secretaria de Direitos Humanos, só no ano passado foram 44 mil denúncias no total.

Minas Gerais, que tem o seu próprio disque denúncia, bateu recorde de reclamações em janeiro: 104, média de mais de 3 por dia. Nenhum mês de 2011 atingiu esse patamar, engrossado pelos maus-tratos de familiares. No Amazonas, os números são ainda maiores, com 4 mil episódios só no ano passado (uma média mensal de 159).


Um dos mais recentes e simbólicos casos de violência, neste caso claramente física, passou-se na comunidade do Pinheirinho, em São José dos Campos, no interior de São Paulo, em 22 de janeiro. Ivo Teles, de 70 anos, teria resistido à ordem dos policiais para desocupar sua casa e acabou espancado. Em coma por dois meses, faleceu em 9 de abril. Só agora, por ordem da Justiça paulista, terá o direito de ter o corpo exumado em Ilhéus (BA), sua cidade natal.

No Distrito Federal, um estudo mais detalhado, feito entre janeiro de 2008 e dezembro de 2011, apresenta conclusão ainda mais triste: 30% dos casos atendidos em seu Núcleo de Defesa do Idoso envolvem uma ou mais formas de violência. E quase sempre dentro de casa. No último dia 14, uma senhora de 94 anos apareceu no Hospital Regional de Planaltina, região metropolitana de Brasília, cheia de manchas roxas pelo corpo. Era maltratada pela neta.

Na Bahia, a situação foi ainda mais longe. Fernando Rafael Matos Freire Conceição, de 32 anos, professor de capoeira conhecido como "Porco Espinho", é o principal suspeito de assassinar a avó, Araci de Matos Freire, de 90 anos. Foi ela quem o criou. O rapaz nega o crime e disse tê-la encontrada morta, apesar de evidentes sinais de agressão.


"O agravante é que, muitas vezes, os idosos não reconhecem que foram vítimas de violência. É preciso acabar com essa cultura de maus-tratos. Como a violência parte, muitas vezes, dos próprios familiares, os idosos não querem atribuir a culpa a eles. Na hora de penalizar, eles defendem o familiar", lamenta a especialista Marília Berzins.

O Brasil não é o único no mundo a cometer tantos desrespeitos. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), entre 4% e 6% dos idosos em todo o mundo já foram vítimas de alguma violência. É como se, a cada 2 minutos, um idoso fosse desrespeitado em algum lugar do planeta. O assunto preocupa a Organização das Nações Unidas (ONU). Na avaliação do secretário-geral Ban Ki-Moon, a questão é "um ataque inaceitável à dignidade e aos direitos humanos".


O aumento de casos de violência contra o idoso acontece justamente num momento em que também cresce a expectativa de vida no mundo. A estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é de que os cerca de 20 milhões com mais de 60 anos contados em 2010 pelo Censo saltem para quase 30 milhões em 2020. Em 2050, estima-se que um a cada quatro brasileiros serão idosos.

"A sociedade e o governo têm de perceber que o País vive um momento muito positivo. O nosso desafio é agregar qualidade de vida com envelhecimento ativo e saudável", pondera Maria do Rosário, ministra da Secretaria de Direitos Humanos.

Brasileiro está vivendo mais, aponta IBGE

O crescimento do número de idosos no Brasil avança a galope. De acordo com informações dos censos demográficos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 1960, o País tinha 3,3 milhões pessoas com 60 anos, o que representava 4,7% da população. Em números absolutos e percentualmente, o Brasil tem cada vez mais idosos. No início da década de 90 o crescimento era sensível, mas o Censo 2000 já registrou que 14,5 milhões de brasileiros tinham 60 anos ou mais, ou seja, 8,5% da população. Em 2010, o número de idosos saltou para mais de 10% do povo brasileiro, com 20,5 milhões de representantes.


*Informações publicadas na monografia "A Violência contra o Idoso", da professora Nádia Dumara, do Curso de Especialização "Políticas de Gestão em Segurança Pública", da PUC-SP.


29 de jun de 2012

Gravidez na adolescência: educação é o melhor método



Levar conhecimento aos jovens e mostrar que existem métodos contraceptivos é a melhor opção para prevenir a gravidez na adolescência.
De nada adianta reclamar do preconceito que sua filha vai sofrer e ate vc mesmo...é melhor abrir o jogo ser realista e mostrar que há meios !


Foi-se a época em que uma menina de 12 anos só pensava em brincar de boneca. No Brasil, a idade média da população feminina para a ocorrência de gravidez é de 15,9 anos, de acordo com um estudo do Ministério da Saúde, enquanto que na América Latina são 54 mil nascimentos registrados com mães menores de 15 anos.
O que falta é orientação correta para evitar uma gestação não planejada: neste ponto, os pais possuem um papel fundamental para educar os jovens sobre a saúde sexual e métodos contraceptivos.
A educação é o melhor método
“Levar conhecimento aos jovens por meio de ações educativas, mostrar que existem métodos contraceptivos e indicar que eles têm acesso a diversas alternativas são medidas que podem reduzir o número de gravidez em adolescentes”, aponta César Fernandes, professor da Disciplina de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina do ABC e presidente do SOBRAC.
“Não é só responsabilidade dos jovens. Os pais, educadores e os próprios médicos podem e devem orientá-los sobre como evitar uma gravidez precoce e quais as consequências acarretadas”, explica o médico.
A educação deve começar desde cedo, tratando o assunto da reprodução humana com naturalidade e sem preconceitos. A seguir, por volta dos 9 ou 12 anos, quando os filhos tiverem em pleno desenvolvimento das suas características sexuais, a conversa pode seguir para a conscientização dos riscos de uma gravidez indesejada e das doenças sexualmente transmissíveis.
Além disso, no caso de mulheres, uma visita ao ginecologista pode ajudar muito os pais. “É uma boa oportunidade para se falar de iniciação sexual, de sexo seguro e de contracepção”, ressalta César.
Consequências para a vida toda
Para Afonso Nazário, professor e chefe do Departamento de Ginecologia da UNIFESP, ao prevenir uma gestação, os jovens podem evitar um impacto social e psicológico em uma fase importante da vida deles, onde o estudo e lazer devem ser priorizados. “A gravidez não planejada neste período também pode levar a frustrações e dificuldades na formação profissional e na inserção mais tarde no mercado de trabalho”, ressalta o especialista.
Se não for possível evitar, César Fernandes lembra que “o mais importante nestas circunstâncias é oferecer apoio incondicional à adolescente, para minimizar os danos que certamente virão com o transcorrer desta gravidez”.
Forçar o casamento pode não ser uma opção. “Casamentos decididos desta maneira costumam fracassar e durar muito pouco tempo”, lembra o professor. Tudo vai depender do vínculo afetivo do jovem casal, a maneira como ambos veem esta questão e a estrutura emocional e financeira da família.
  • Consultoria: César Eduardo Fernandes, médico e professor livre docente da Disciplina de Ginecologia e Obstetrícia da Faculdade de Medicina do ABC e presidente do Conselho Científico da Sociedade Brasileira de Arritmias Cardíacas (SOBRAC). Afonso Nazário, Professor Livre-Docente e Chefe do Departamento de Ginecologia da UNIFESP.
Fonte:PapoFeminino

27 de jun de 2012

Aberração ou não ?



Dizem que imagem não é tudo ... Mas sobretudo no mundo da cultura popular não basta ter talento se você não for o pacote completo. No caso das mulheres, então, essa regra é mais rígida ainda. Nenhuma aspirante a atriz ou a cantora pode sonhar com a ribalta se não for jovem, magra e bonita. A cantora escocesa Susan Boyle, portanto, seria uma aberração nesse universo de aparências, certo? Talvez, mas não a única.

Quando subiu ao palco do programa de calouros Britain's Got Talent há 20 dias, Susan provocou risos. Aos 48 anos, feia, cabelos grisalhos e peso bem acima dos rígidos padrões do show business, ela foi recebida como uma piada -- e com descrédito. Mas a graça durou pouco. Quando soltou a voz para cantar "I Dreamed a Dream", tema do musical Les Misérables, baseado no épico clássico do escritor francês Victor Hugo, a plateia e os jurados ficaram primeiro estarrecidos e depois encantados com a beleza do canto da escocesa. Em questão de dias, o teste tornou-se o vídeo mais assistido no site YouTube, acessado em todos os cantos do mundo. Essa mesma cena, no entanto, já havia ocorrido antes.

Na edição de 2007 do mesmo concurso de talentos, outro cantor, o ex-vendedor de celulares Paul Potts, causou impacto muito semelhante no Reino Unido: era gorducho, estrábico, tinha os dentes tortos e meio acavalados e também contava uma história pessoal atribulada, marcada pela rejeição à sua timidez e a sua aparência desde a infância. Curiosamente, ele não se tornou um fenômeno midiático internacional como Susan. Mas, após vencer a competição, a vida de Potts mudou de forma radical.


Potts emagreceu e arrumou os dentes, mas ainda está longe de ser um galã. E isso não parece ter atrapalhado sua trajetória. Ao contrário. O fato de ter aparência um homem comum e de ser filho de uma caixa de supermercado e de um motorista de ônibus o ajudou a conquistar um lugar no coração dos fãs, criando um vínculo de identificação.

As mudanças fisicas vem, mas você tem que acreditar em primeiro lugar em quem você é, todos temos um "talento" mesmo que não estejamos dentro do que se impõe por ai.Você pode mudar seus cabelos, pele, unhas mas jamais sua personalidade!

Hoje em dia esta mais fácil se "impor" de forma positiva e consegue-se mostrar que somos muito mais que aparência e a não ser que seu talento seja ser uma atriz global, você pode estar sim fora deses padrões!

26 de jun de 2012

Você tem medo de mudanças?



"Não é o mais forte que sobrevive, nem o mais inteligente, mas o que melhor se adapta às mudanças." Charles Darwin



Ficar parado em algum ponto da sua vida não traz segurança alguma.Tente viver uma única experiência durante sua vida inteira e você morrerá de tédio.

A única certeza que temos é da mudança, tanto que o próprio tempo não para por nossa causa, então ter medo de mudanças é inútil, pois o Universo sempre vai lhe puxar / empurrar para outros lugares de qualquer maneira…
O equilíbrio é atingido através do movimento.
Você não é a pessoa que foi ontem, você sempre está mudando! 
Como você pode querer ficar aí parado feito uma criança quando se perde dos pais?!
Você é livre para viver tudo aquilo que deseja e só tem uma oportunidade pra isso!
É muito fácil ser duro e frio como uma rocha, difícil mesmo é ser transparente e adaptável como a água. A água passa por todos os caminhos e no fim se integra com o oceano. A rocha não vai a lugar nenhum.
Você conhece e fala sobre mil maneiras para as coisas darem errado.
E só acredita em apenas um único modo para você atingir seu objetivo e se sentir realizado(a)…
Não está na hora de abrir sua visão para outras alternativas?!


NÃO ESPERE SUA MORTE SENTADO NUMA CADEIRA DE BALANÇO!


OUSE SER DIFERENTE PARA OBTER O QUE SEMPRE QUIS !

Esse texto é de um moço chamado Fabricio do blog Os Conselheiros, eu andando pela net achei, li, absorvi e tinha que compartilhar!
Acredito que nosso maior medo de mudança é por ainda se importar com o que "os outros vão achar, pensar, falar".
E não acho que seja valido nos prender em algo ou deixar de fazer algo por isso, temos que ser fortes, ter personalidade para sermos felizes.
Enfrentar mais esse preconceito que as pessoas tem com a "mudança" e passar a sermos mais donos de nossas vidas!

Esse post foi inspirado pela Karina Willians (AnnaJoana) que postou sobre mudanças hj no facebook, obg Diva pela inspiração!

18 de jun de 2012

Mulher engorda como forma inconsciente de punir o parceiro.



Segundo psicóloga :

- Mulher engorda como forma inconsciente de punir o parceiro.

Daí imagino...

-Vc não vai me dar o cartão de credito ? Ok vou comer mto e vc ta ferrado na minha mão!!! 

-Vc me traiu ? Safado vou comer 3 pizzas!

-Vc não gosta da minha mãe ??? Então tá, vou jantar no rodizio e só saio de la qdo acabar a comida !

Sinceramente achei um disparato como leitora encontrar uma matéria assim.
Na realidade o absurdo é como a pesquisa e materia em si, fazem essa constatação, porque sem hipocrisia como gordos e seres humanos ja temos nossas neuras e agora mais essa.

Eu na realidade não vejo a minha obesidade como esse fato.

Mas fico imaginando milhares de mulheres ai querendo se chicotiar depois dessa.Ou até mesmo usando como desculpa o fato de ganhar alguns quilos!

Tudo que é postado na internet deve ser feito com muito cuidado, e acredito sinceramente que essa matéria vai bagunçar muita cabeça ainda.

Até porque pelo que eu sei, ouço, leio e acompanho, vejo pelo contrario mulheres emagrecendo a duras penas para ai sim se vingar do parceiro, mas daí ja é outro assunto...

Me desculpem é só minha opnião só um desabafo! E eu o fiz primeiro no facebook e debatendo por lá um amigo disse :

A CIÊNCIA AINDA DEVE MUITAS RESPOSTAS E NÃO TEM SE EMPENHADO PARA DA-LAS,SER GORDO Ñ É SÓ UMA QUESTÃO DE DIETA E MALHAÇÃO, EXISTE ALGUMA INFORMAÇÃO NO CÓDIGO GENÉTICO DE CADA UM QUE FAZ COM QUE UMA PESSOA ENGORDE MAIS DO QUE AS OUTROS, E OS PSICÓLOGOS PRECISAM FAZER COM QUE ESSAS PESSOAS ENTENDAM QUE ELES Ñ SÃO GORDOS POR QUE SÃO RELAXADOS OU ESTÃO SE PUNINDO, DEVEM TRABALHAR A QUESTÃO DA SAÚDE QUE É O QUE INTERESSA, TEM MUITA GENTE QUE VAI MALHAR, FAZER DIETA, E VAI CONTINUAR GORDO E PRECISO SE ACEITAR E SER FELIZ, É ISSO QUE ESSES PROFISSIONAIS PRECISAM TRABALHAR!
E é mais uma coisa em que concordo ! Há coisas mais importantes muito mais importantes a serem descobertas!

Quem quiser ler a matéria AQUI

11 de jun de 2012

Amigos são os que nos apontam os erros ou os que os relevam?


Ninguém gosta de tomar broncas e nem mesmo de ser criticado, isso é fato. Há, porém, a necessidade de melhorarmos em coisas que não estamos sabendo bem e sem a ajuda dos mais queridos esse processo pode ficar lento, se não impossível. E aí está o dilema: quando, como e até que ponto devemos dar espaço para essas intervenções? Amigos que não estão dispostos para conversas mais sérias não são amigos. Relevam os temas complicados e a amizade junto.
Algumas pessoas, no entanto, são muito duras no trato. São impositivas, intervencionistas, controladoras e negociadoras inatas: sempre dispostas a lhe convencer de alguma coisa que não é exatamente bom para você, mas que parece ser para ela. E isso basta para estabelecer um jogo: ou você faz exatamente o que ela diz ou é uma besta; ou alguém que nega o valor do “conselho”; ou não dá valor ao vínculo do conselheiro e por aí vai. Tem gente que força a barra e acha legítimo fazer isto, se é que percebem algo desagradável nesta iniciativa. Ela se confunde com a entusiasta de decisões que precisam ser tomadas. A diferença é que o encorajador lhe ouve e quer que você faça coisas que tem vontade de fazer. O que força a barra quer que você obedeça e ponto final.
É bom saber esperar que lhe peçam antes de sequer avaliar um problema alheio. É preciso olhar para a pessoa e para suas expectativas e horizontes. Oferecer ajuda, por vezes, é só ouvir. Depois encorajar. É preciso perguntar aos mais próximos se somos úteis, se nossos conselhos ajudam, se nos metemos demais, se acham que alguma coisa em nosso comportamento pode melhorar a fim de estreitar o vínculos. Quando há carinho e compaixão fica tudo mais fácil.
Devemos também ter um faro para aquela pessoa a quem você pergunta se ela conhece um bom restaurante ou fisioterapeuta e ela acaba por lhe dar um xeque-mate: “ou vai no que eu recomendei ou não fala mais comigo.” Elas existem e querem convencer pessoas! Será que estou fazendo isso agora? ( Leo Jaime - GNT )

 Eu tenho muito problema com excesso de sinceridade, mas acredito que não sou extrema como a 'pessoa' do texto de Leo, mas na minha concepção ser amigo não é apenas passar a mão na cabeça, concordar com tudo e ver a pessoa que vc considera levar "uma errada" só pra não perder a amizade.
Muitas vezes sinto o preconceito por ser assim , falar se concordo ou não, brigar e expor o outro lado das coisas, mas prefiro ser assim e como uma conhecida frase diz, não agrado com mentiras prefiro dizer a verdade!

21 de mai de 2012

Fila desanima quem espera por cirurgia bariátrica em Ribeirão Preto



Pacientes esperam até 2 anos por redução de estomago no Hospital das Clinicas, segundo o hospital 160 pessoas estão a espera e apenas tres porcedimentos foram feitos em 9 meses.
E o mais grave disso tudo e que os pacientes estão perdendo a motivação, com a demora!
Leandro Vieira de 36 anos diz :
-Eu tenho ido as reuniões com o grupo de psicologos, mas essa falta de informação é frustrante"
É tão complicado falar pelo lado do obeso que é meu caso, porque sempre somos tachados de preguiçosos e sem vontade, mas dai vem a mostra de que não é só isso...
Recebemos promessas de ajuda e de repente sem mais nem menos um assunto tão sério passa a ser tratado como NADA.
O Hospital diz que greve e falta de anestesistas atrapalharam, no ano passado o Ministério Publico entrou com ação contra o hospital, mas como vemos, não a resolução ou preocupação quanto a isso.UMA VERGONHA ! 
E PIOR HÁ IGNORANTES QUE DIZEM: OS GORDOS SÃO SAFADOS E NÃO EMAGRECEM PORQUE NÃO TEM VERGONHA NA CARA...
Mas esquecem que o tratamento contra a obesidade é esse caos e que mesmo com a cirurgia ele precisa continuar pelo resto da vida, mas com que qualidade ?
è mais um jogo de "empurra" todos são culpados e não se faz nada.

VAMOS MUDAR ISSO DE ALGUMA FORMA GENTE! 

17 de mai de 2012

17 de maio - Dia Internacional contra a Homofobia



Neste dia, no ano de 1990, a Organização Mundial de Saúde (OMS) retirou a homossexualidade da sua lista de transtornos mentais, reconhecendo que não se trata de uma doença e, portanto, não precisa ser “tratada”. Por esta razão, todos os anos, nesta data, se comemora o Dia Internacional contra a Homofobia.

Aqui no Brasil, um dos países mais homofóbicos do mundo, avanços estão acontecendo, principalmente por parte do Poder Judiciário, como a legalização da união homoafetiva estável. As maiores lutas, hoje em dia, são equiparar a homofobia ao racismo (PLC 122), implantar o Programa Escola sem Homofobia e legalizar o casamento civil gay!

Não se trata de privilégios, apenas direitos iguais e proteção contra a violência!
Fonte : AQUI

15 de mai de 2012

Gordinhas Glamurosas enfrenta preconceito

Gordinhas Glamourosas é uma pagina no facebook com 2640 participantes feita com a idéia de divulgar a beleza plus size, discutir, compartilhar idéias...
Então chegam pessoas que se comportam como "admiradores" do movimento e agem dessa forma : 



O que gerou 50 coméntario revoltados é claro com tamanha falta de respeito, falta de carater, falta de educação e falta de tudo mais que possa ter.

Em uma pagina "PLUS" há mulheres de todos os tamanhos, com todos os gostos, que merecem ser respeitadas, independentemente disso.

Esse cidadão não poderia jamais ter usado esse tipo de linguajar para se referir a uma pessoa.

São pessoas como ele que deveriam ser banidos de redes sociais, ele deveria usar a internet apenas para aprender, adiquirir conhecimento para depois poder escrever algo, ou tentar conquistar alguem sem esses terriveis erros de português.

Todos, eu disse todos devemos ser respeitados, mas imaginem uma moça chegando em um perfil dizendo...

OLHA ME ARRUMA UM NAMOORADO AI, MAS QUERO INTELIGENTE NÃO ESSES BURROS, ANALFABETOS, QUE NEM SABEM ESCREVER DIREITO.


È preciso pensar, se por no lugar das pessoas, tentar sentir como o proximo recebe o que você diz...Como é dito a boca fala do que o coração esta cheio, e esse cidadão e preconceituoso demais pra viver em sociedade, mesmo que seja virtual . E o mais assustador é que não é só esse rapaz ai não, muitos outros querem como ele apenas se divertir as custas de pessoas que não se enquadram no maldito padrão de beleza imposto pela sociedade.

Quer saber gente assim merece ser só sempre ...! Quem muito escolhe acaba só, quem não respeita não é respeitado, quem humilha será humilhado...é a lei da vida, a lei do retorno!



12 de mai de 2012

Jorge Lordello orienta como combater o bullying

O especialista em segurança dintingue brincadeiras de crianças na escola de bullying, que acontece por agressividade verbal e física.







10 de mai de 2012

Ela tem dois pais!



Ana Karolina sobre ter dois pais: ''Eles têm atitudes normais de pais: 
educam, repreendem, dão amor, carinho, 
ajudam quando preciso me arrumar''
Órfã, atriz de Avenida Brasil é criada pelo tio e seu companheiro

Atualmente no papel de Ágata, a filha maltratada de Carminha (Adriana Esteves) e Tufão (Murilo Benício), em Avenida Brasil, da Globo, a atriz mirim começou a carreira aos 5 anos. 

A menina já participou das tramas Duas Caras (2007), Ciranda de Pedra (2008) e Tempos Modernos (2010). 

Superfalante, ela nunca conheceu o pai e perdeu a mãe, Liane Lannes, quando tinha apenas 4 anos.

Hoje, Ana é criada por dois pais: o comissário de bordo Fábio Lopes, 35, seu tio por parte de mãe, que tem a guarda há sete anos, e seu companheiro, o dermatologista João Paulo Afonso, 30. ''Seis meses antes de a minha irmã falecer, ela pediu que, caso algo acontecesse, era para eu cuidar da Ana. Lutei muito pela guarda. O juiz não queria me dar'', explica Fábio.

Nascida em Sapucaia do Sul, próxima a Porto Alegre, Ana se mudou para São Paulo. Com incentivo do tio, entrou para uma agência de jovens talentos e passou a fazer testes. Hoje, ela se divide entre a capital paulista, onde mora com os pais, e Rio de Janeiro, local de seu trabalho.



E em entrevista para a revista Contigo responde : 

  • Como é ser criada por dois pais?
É tranquilo. Eles têm atitudes normais de pais: educam, repreendem, dão amor, carinho, ajudam quando preciso me arrumar. Tive uma babá que falava: ''Coitada de você quando menstruar e for namorar. Imagine você sozinha com dois homens (risos)!'' Mas tenho certeza de que, quando isso acontecer, eles vão saber o que fazer.

  • Quem é mais durão em casa?
O tio João. Ele é turrão. Quando fala algo, não cede. Agora, o tio Fábio é maleável. Consigo dobrá-lo facilmente (risos). Meu signo é Touro. Então sou um pouco respondona. Mas, toda vez que brigo com meus pais, peço desculpas.

Pois é isso só prova que o respeito e carinho vão alem muito alem do sexo da pessoa, da escolha afetiva e toda essa baboseira preconceituosa que estamos cansados de ouvir não é ?!!!


7 de mai de 2012

Serra contra os direitos dos homossexuais

José Serra, em encontro com pastores da Assembleia de Deus, declarou que, se eleito, vai vetar o projeto de lei 122/06, que criminaliza a homofobia e protege os homossexuais contra discursos de ódio e intolerância.
Ele tenta ganhar os votos dos religiosos mais fanáticos, mas perde muitos outros: os dos homossexuais.



4 de mai de 2012

Mais uma vez esse surto de MALWARE nos blogs !

O que é malware?

O termo malware é proveniente do inglês malicious software; é um software destinado a se infiltrar em um sistema de computadoralheio de forma ilícita, com o intuito de causar algum dano ou roubo de informações (confidenciais ou não). Vírus de computador,wormstrojan horses (cavalos de troia) e spywares são considerados malware. Também pode ser considerada malware uma aplicação legal que por uma falha de programação (intencional ou não) execute funções que se enquadrem na definição supra citada.(CTRL+C...CTRL+V ...WIKIPÉDIA)

COMO SABER SE UM BLOG ESTÁ COM VÍRUS?

Cópie o URL a baixo e cole no seu navegador substituindo apenas o endereço do MEU BLOG pelo endereço do seu blog.

http://www.google.com/safebrowsing/diagnostic?site=http://opesodopreconceito.blogspot.com.br/ 



Dê um "enter" e vai aparecer uma pagina como essa caso não haja nada com seu espaço :



CASO HAJA VIRUS:

Apague qualquer código que você inseriu recentemente em seu blog, principalmente widgets, contadores e plug-ins
Exclua  os blogs que estão na  sidebar pois se algum dos blogs que estão no seu blogroll  estiver com vírus vai da alerta vermelho contra seu blog.
Caso descubra qual blog é tente avisar a pessoa pra que ela tbm limpe o espaço dela!

Fonte:KellyClub

Duvido que você não é preconceituoso...


Olhe, para,pense, reflita o que seus olhos veem e sua mente diz...


27 de abr de 2012

“Quase metade das mulheres já sofreu preconceito no trabalho.”




Apesar de as mulheres terem conquistado espaço no mercado de trabalho, o preconceito não deixou de existir. De acordo com uma pesquisa da revista Marie Claire e da organização Everywoman, ambas do Reino Unido, 46% sofreram sexismo (preconceito contra o sexo feminino) no escritório e 44% disseram que colegas homens já fizeram comentários inapropriados sobre sua aparência.

O levantamento ouviu a opinião de quase 3 mil mulheres entre 18 e 55 anos. Confira outros dados coletados sobre o assunto:

- 78% das entrevistadas afirmaram que ser atraente ajuda a se sair melhor no trabalho e, 60%, que as mulheres com sobrepeso são discriminadas;

- 63% acham que a idade da mulher é mais importante do que a do homem na empresa;

- 53% não pensam que a discriminação positiva (por exemplo, cotas de vagas para mulheres) seja algo bom;

- 71% discordam que devem dizer aos empregadores se planejam ter filhos; - 58% admitiram preferir trabalhar para chefes do sexo feminino;

- 61% acreditam que os homens têm melhores resultados na hora de conseguir aumento de salário e, 58%, para conquistar promoções;

- 66% acham que um mentor e networking são essenciais, apesar de 72% nunca terem contado com um mentor;

- A escritora JK Rowling, autora das histórias do bruxo Harry Potter, ficou em primeiro lugar na lista das mulheres de negócio que servem de inspiração, com 45% dos votos.

23 de abr de 2012

BH vai sediar a primeira edição do Glamour Day





A Renata Cotta do blog Freneticidade esta organizando juntamente com a Leslie Monteiro, maquiadora oficial e com a Fê Ferreira, do Blog Poderosas GG, um evento de moda dedicado ao mercado Plus Size de Minas Gerais!

Trata-se do Glamour Day, que será um dia inteiro dedicado à beleza da mulher Plus Size, ou seja, que está fora dos padrões impostos pela sociedade contemporânea. O evento, que acontecerá no dia 26 de maio, vai contar com a renomada maquiadora Leslie Monteiro, que deixará as participantes ainda mais belas para serem clicadas pela fotógrafa Renata Cotta. A modelo Plus Size Fernanda Ferreira também estará presente e ajudará nas poses e posições que vão valorizar o corpo das participantes.
No dia do evento será possível fazer novas amizades e trocar ideias sobre autoestima, o que é muito importante nos dias atuais. O preconceito está em todo lugar e quem está acima do peso sente na pele a discriminação das pessoas e da mídia, que tenta as emagrecer a qualquer custo. O objetivo do Glamour Day é ajudar as mulheres a se amarem ainda mais! Pois é possível se sentir linda, mesmo estando acima do peso. "A insatisfação com o corpo e típico do ser humano, por isso é preciso que exista amor próprio para superarmos todos os preconceitos. Trouxemos o Glamour Day para que seja um dia onde você se conheça e comesse a se amar, a se admirar e perceba o quão linda e glamourosa você é!", Fernanda Ferreira, Modelo e organizadora do evento.
As participantes contarão com lojas parceiras que vão ceder roupas e acessórios para que elas utilizem na hora dos cliques, mas nada impede que elas levem suas roupas e sapatos favoritos para serem fotografadas com eles. O atendimento vai ser personalizado, com horário marcado, tudo para que as meninas se sintam bastante confortáveis e valorizadas, além de receberem mais atenção da equipe de produção.

Para participar do evento basta mandar um email para glamourdaybh@gmail.com, que te respondemos com a ficha de inscrição! Acesse também o nosso blog oficial! Contamos com a participação das frenéticas!! Beijos a todos!!! Tenham um excelente fim de semana!!

10 de abr de 2012

'Não aguento mais ouvir que estou abaixo do peso'


Filha de Luiza Brunet, modelo fez um protesto em seu Twitter no início da noite desta segunda-feira, 9.


Yasmin Brunet fez um desabafo em seu Twitter no começo da noite desta segunda-feira, 9. A modelo, filho de Luiza Brunet, afirmou "ter saúde" e confessou estar chateada com os boatos de que estaria "abaixo do peso", que surgiram após publicação de fotos dela caminhando pela orla da praia de Ipanema, na Zona Sul do Rio, no dia 26 de março. "Eu não aguento mais ouvir e ler que estou abaixo do peso, que estou magra demais!!! Tenho saude, como muito bem! Não como carne vermelha, sou alérgica a lactose, não posso comer chocolate... Sou completamente contra anorexia e bulimia. Não é possível que as pessoas achem que eu tenho alguma doença deste tipo. Isso me deixa triste", escreveu.

Ela justificou ainda que não precisa de muito esforço para se manter magra. "Sei que muitos jovens sofrem com esses distúrbios. E sei que a ditadura da moda pode influenciar esses jovens. Mas esse é o meu corpo! Gracas a Deus fui abençoada a não ter que fazer muito esforço para manter o meu corpo magro".

Yasmin aproveitou o desabafo para fazer um alerta sobre os perigos da anorexia e da bulimia. "Por favor, se vocês conhecem alguém com esses distúrbios, ajudem, falem, ajudem como puder, por que isso não é brincadeira. Leva à morte. Magreza não é sinônimo de beleza. Saúde é beleza. Estar feliz é beleza. Estar bem consigo mesma".

Fonte : Ego

9 de abr de 2012

Marca inglesa cria roupas acessíveis para deficientes físicos



A marca inglesa tem criado peças para um grupo marginal no mundo da moda. Mas não se trata das pessoas acima do peso, aquelas que o mercado apelidou de “plus-size” e têm reivindicado seu espaço nas grades de tamanhos. O foco da Xeni são as pessoas com deficiência física.



Diagnosticada com esclerose múltipla em 1990, a arquiteta Ann Oliver descobriu aos poucos a dificuldade que detalhes simples como botões e zíperes impunham ao seu dia a dia sobre uma cadeira de rodas. Em 2009, ela teve a ideia de usar o conhecimento adquirido nos últimos anos a seu favor e de outras tantas mulheres com dificuldades de locomoção e coordenação.
“Comecei levando em conta o corpo sentado e o que se torna importante quando é visto de longe e de perto”, explica Anna em texto no site da Xeni, criada após um curso na conceituada escola de moda Central Saint Martins, em Londres. 



Para ela, é importante destacar os ombros, que são o foco principal das criações da marca. Os zíperes e botões foram substituídos por imãs e elásticos, a modelagem ganhou adaptação ao uso da cadeira de rodas.



A coleção da Xeni inclui vestidos, túnicas, calças, paletós e casacos, que custam entre 165 e 450 libras (cerca de R$ 480 a R$ 1.300) -as peças são confeccionadas de acordo com a demanda. A loja vende exclusivamente pela Internet e entrega em todo o mundo.

Mais uma vez damos de caro com o problema que é o preço das roupas, mas como em tudo...logo uma empresa nacional dá um jeitinho de fazer peças mais acessiveis!

2 de abr de 2012

Como evitar atitudes destrutivas



Adotar atitudes destrutivas ao ir contra os seus próprios desejos e objetivos é uma forma de se autossabotar. Aprenda então a evitar esse comportamento.



Fazer mal a si mesma sem perceber se chama "autossabotagem". Isso pode acontecer com tanta frequência que a atitude destrutiva acaba virando um hábito. A psicóloga Bel Cesar explica que esse comportamento costuma aparecer quando a pessoa fica com medo de sentir novamente a dor de uma experiência negativa.

Existem diversas maneiras de se autossabotar. Uma delas é quando uma pessoa diz desejar muito uma promoção, mas não atende aos pedidos do chefe ou não cumpre os prazos exigidos pela empresa. O mesmo ocorre com quem está de dieta e assalta a geladeira no meio da noite.

Mas por que isso acontece?

As atitudes destrutivas podem ser um jeito de você se punir por um erro. Ou seja, por terem errado ou sofrido uma vez, algumas pessoas começam a sentir que não merecem mais realizar os próprios sonhos e objetivos de vida. "Isso é prejudicial porque, mesmo sem ter consciência, quem se sente assim acha que merece ser punido", explica a psicóloga Bel. Dessa maneira, é possível criar barreiras para que os desejos não se tornem reais.

Como identificar essas ações destruidoras?

Por ser um comportamento repetitivo, é preciso ficar atenta às características mais comuns da autossabotagem. São elas:

· Desconfiar da própria capacidade de realização;

· Cultivar um sentimento de covardia e medo;

· Sentir-se paralisada diante de situações que você sonhava viver;

· Ter dificuldade em cultivar relacionamentos e demonstrar emoções;

· Não acreditar nos elogios que recebe;

· Resistir a refletir sobre os próprios erros e a aprender com eles;

· Ancorar-se em características pessoais como timidez, preguiça e orgulho. Elas são mecanismos de defesa contra a mudança de atitudes.

Como acabar com o problema?

O primeiro passo, segundo a psicóloga Bel Cesar, é tomar a decisão de mudar. "Para isso, é preciso se dedicar a reconhecer os próprios erros e ter a intenção de substituí-los por atitudes positivas", diz a especialista. Confira como fazer isso:

· Preste atenção às frases prontas que vêm à sua mente para desencorajar suas decisões. Pensamentos como "não vou conseguir", "vai dar tudo errado", "vou deixar para depois", "estou com preguiça" e "não tenho coragem" revelam comportamentos destrutivos de que não temos consciência;

· Toda vez que você reconhecer um pensamento de autossabotagem, substitua-o por ideias positivas. Por exemplo: em vez de dizer "não vou conseguir", diga "eu sou capaz", "eu vou conseguir", "vai dar tudo certo", "vou resolver este problema agora e não depois", "sou corajosa", "mereço ser feliz";

· Tenha disposição para assumir as responsabilidades que esses novos comportamentos trarão a você. Por exemplo, quem quer ser rica tem que se sentir à vontade para lidar com o dinheiro, não é mesmo?;

· Tenha paciência. A mudança de comportamento não acontece do dia para a noite. É preciso tempo e persistência para substituir os pensamentos velhos pelos novos até transformá-los em um hábito;

· Permita-se estreitar relacionamentos e amizades. Procure demonstrar suas emoções e sentimentos e falar sobre eles. É um jeito de exercitar as mudanças de comportamento.

Conteúdo do site SOU MAIS EU!

#WTFF??!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©