O preconceito não tem peso físico que possa ser contabilizado em uma balança, mas pesa bem mais que o corpo de um gordo.

O preconceito não tem sexualidade nem preferência por gênero, mas é tão violento quanto um estupro.

O preconceito não tem cor visível, mas com toda certeza é bem mais escuro que a pele de um negro.

O preconceito não tem preço ele é distribuído de graça, o preconceito é vivo e se move com rapidez de um lince, espalha-se como um vírus, impregna o mundo e permanece anônimo mesmo quando esta mostrando a cara.

Dê voz a sua luta, seja contra o preconceito seja ele em que seguimento social esteja, o peso do preconceito pode ser grande,

porem o peso da sua força é bem maior.(Milly Costa)

10 de abr de 2012

'Não aguento mais ouvir que estou abaixo do peso'


Filha de Luiza Brunet, modelo fez um protesto em seu Twitter no início da noite desta segunda-feira, 9.


Yasmin Brunet fez um desabafo em seu Twitter no começo da noite desta segunda-feira, 9. A modelo, filho de Luiza Brunet, afirmou "ter saúde" e confessou estar chateada com os boatos de que estaria "abaixo do peso", que surgiram após publicação de fotos dela caminhando pela orla da praia de Ipanema, na Zona Sul do Rio, no dia 26 de março. "Eu não aguento mais ouvir e ler que estou abaixo do peso, que estou magra demais!!! Tenho saude, como muito bem! Não como carne vermelha, sou alérgica a lactose, não posso comer chocolate... Sou completamente contra anorexia e bulimia. Não é possível que as pessoas achem que eu tenho alguma doença deste tipo. Isso me deixa triste", escreveu.

Ela justificou ainda que não precisa de muito esforço para se manter magra. "Sei que muitos jovens sofrem com esses distúrbios. E sei que a ditadura da moda pode influenciar esses jovens. Mas esse é o meu corpo! Gracas a Deus fui abençoada a não ter que fazer muito esforço para manter o meu corpo magro".

Yasmin aproveitou o desabafo para fazer um alerta sobre os perigos da anorexia e da bulimia. "Por favor, se vocês conhecem alguém com esses distúrbios, ajudem, falem, ajudem como puder, por que isso não é brincadeira. Leva à morte. Magreza não é sinônimo de beleza. Saúde é beleza. Estar feliz é beleza. Estar bem consigo mesma".

Fonte : Ego

Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. existe preconceito por todos os lados ne!! que bom que ela alertou sobre as doenças e desabafou isso so mostra o quanto cruel e o nosso mundo!! bjkas

    ResponderExcluir
  2. Emmanuelle Aldine11 de abril de 2012 03:32

    "Gracas a Deus fui abençoada a não ter que fazer muito esforço para manter o meu corpo magro" tenta ser contra a anorexia mas ja apologiza isso

    ResponderExcluir
  3. ótimo post serve como um alerta...xeru da Rose

    http://blogtopodendo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Blog demais super, utilidade pública. Abaixo o preconceito, to seguido aqui.Bj

    ResponderExcluir

Bem vindo(a), obrigada pela visita !!!
Fique á vontade e não esqueça de seguir :)
Comentários são sempre bem vindos *-*

#WTFF??!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©