O preconceito não tem peso físico que possa ser contabilizado em uma balança, mas pesa bem mais que o corpo de um gordo.

O preconceito não tem sexualidade nem preferência por gênero, mas é tão violento quanto um estupro.

O preconceito não tem cor visível, mas com toda certeza é bem mais escuro que a pele de um negro.

O preconceito não tem preço ele é distribuído de graça, o preconceito é vivo e se move com rapidez de um lince, espalha-se como um vírus, impregna o mundo e permanece anônimo mesmo quando esta mostrando a cara.

Dê voz a sua luta, seja contra o preconceito seja ele em que seguimento social esteja, o peso do preconceito pode ser grande,

porem o peso da sua força é bem maior.(Milly Costa)

30 de out de 2011

EVITE MAL ENTENDIDO SEJA VERDADEIRO


Aconteceu um caso por esses dias onde no facebook fui avisada de um suposto perfil feminino que um homem vinha usando. 
Repassei o recado com "sangue nos olhos" pois quem me conhece a algum tempo sabe o que passei na mão de um "ser" que envolveu meu nome nas falcatruas dele, onde usava um perfil e blogs para atrair mulheres.Eis então que em direito de resposta a pessoa em questão se defendeu dizendo que tudo não passou de um mal entendido.Espero sinceramente então, que seja resolvido entre os dois envolvidos e que não seja mais posto o nome de ninguém nessa situação CHATA e diga-se de passagem nojenta.

Aproveitando então para não deixar o post mais chato do que já é, deixo minha humilde opinião sobre perfis na Internet. 

Sejamos sinceros desde o começo... 

Se vc é mulher use seu nome e foto em seus perfis 
Se vc é homem faça o mesmo com seu nome e fotos DE HOMEM 
Se vc é admirador de "Gordinhas" seja verdadeiramente não só com nome de perfil, ou fotos sensuais porque essas já não enganam mais tão facilmente 
Se vc procura namoro ou algo mais use os perfis apropriados a isso.


Já vi vários exemplos famosos de pessoas que se faziam passar por outras do sexo oposto, como escritores, autores entre outros, mas sinceramente sem rodeios, eu Nana não gosto. 

Vamos colocar nossa cara em tudo, pra ser verdadeiro não é preciso que você poste suas 24 hrs de vida diárias. 
Basta apenas que desde o começo vc seja sincero e diga sempre a mesma coisa a todas as pessoas de um mesmo modo. 
Pois canso de falar que aqui na net cada virgula tem uma leitura diferente para cada um.

PARA EVITAR MAL ENTENDIDO SEJA MUITO 
SINCERO E VERDADEIRO DESDE O COMEÇO

25 de out de 2011

Mais um lamentável caso de bullying



Um adolescente de 13 anos teve os braços e pernas amarrados por colegas da escola, em Campinas, no interior de São Paulo. 
Eles fizeram fotos do bullying e divulgaram as imagens pela internet. 
O jovem afirma sofrer agressões desde os primeiros dias de aula. Segundo ele, os colegas acham engraçado e divertido praticar o bullying.







A escola participa de um programa contra violência e seus alunos ainda a praticam... A culpa é dos pais ?!
A culpa é da mídia? A culpa e de quem?
Até quando ficaremos com o coração na mão enquanto nossos filhos precisam sair de casa procurando um futuro melhor?
Até quando teremos que engolir a seco essa violência desumana, de pessoas doentes (talvez).
Quando as leis passarão a ser a favor do bem?
Quando nosso dinheiro que vai pros impostos desse país começará ser usado de forma justa fazendo com que cada praticante de atos como esse pague em um determinado local de acordo com a gravidade.
Chega de delinqüentes soltos por ai!

24 de out de 2011

20 de out de 2011

Tristeza na China



Oi!

Não sei se o assunto de hoje condiz com o blog, mas eu acho que sim...

Hoje, quero postar aqui a minha indignação, o meu preconceito...

Vou lhes ser sincera, acho chinês porco, não é no geral, mas trabalho aqui em Sampa no bairro da Liberdade e rola uma mescla enooorme de chineses, japoneses e alguns coreanos... Eu não entro em loja de chinês nem de coreano, porque são desconfiados e ficam falando de você no idioma deles... Acho uma senhora falta de educação... Só entro em último caso se tiver algo que quero muuuito mesmo! E sobre os restaurantes, sem comentários... Chinês nem pensar! Adoro alguns pratos da culinária deles, mas eu prefiro fazer em casa, ou optar por um lugar mais caro, de confiança...

Bom mas não é sobre isso que quero falar...O assunto de hoje, é sobre um video que vi na blogosfera, de uma CRIANÇA, para ser mais exata, uma MENINA, que é atropelada DUAS VEZES, e por ela passam nada mais nada menos que DEZOITO pessoas, até que essa criatura fosse socorrida...

Eu assisti o vídeo com o coração na garganta,assisti tudo, achei que era mentira uma coisa dessa!

E para minha tristeza, não foi...

Quem é sensível, não dê play por favor.



E eu me lembrei, que quando pequena houve uma série de reportagens, sobre as meninas da China, que são mortas, jogadas fora como lixo, sufocadas, cruelmente assassinadas...

O problema é a superpopulação e o fato absurdo de que os homens tem "vantagem física maior".

Dizem que hoje não existe mais, mas, ao pesquisar sobre o assunto, olha o que li em um arquivo da revista Marie Claire:

"Numa manhã de fevereiro de 2001, numa cidade da província chinesa de Hunan, vê-se uma cena de crueldade e horror inimagináveis: na sarjeta de uma movimentada rua central estende-se o corpo minúsculo e contorcido de uma recém-nascida. Ela está nua, rodeada apenas de pedaços sujos de gaze hospitalar. Ônibus e bicicletas passam rapidamente ao lado do corpo da menina, espirrando lama sobre ela. "

2001, não é tão distante, e depois desse caso absurdo, quem garante que ainda hoje isso não existe lá?

A horrenda política do filho único, que se baseia em ter apenas um filho homem, e no caso de nascer a filha mulher, tentar um segundo filho. Política essa, que, desde 1979, vem dizimando vidas, meninas e meninos na china...

De onde saem heroínas como a assistente social Wu Hongli e a escritora Xinran Xue.
Xinran Xue


E mais, além de tudo isso, devido a superpopulação masculina, o tráfico de mulheres é coisa frequente por lá.

Abortos e esterilizações forçadas, uso de violência com que se opõe a tais práticas, assassinatos...

Dentre outras tragédias.

Eu acho absurdo. Triste.

E vocês??

Beijos.

P.S: Como diz a Camila nos comentários, a Yue Yue, de apenas dois anos, morreu na madrugada de 21/10/2011, por falência múltipla de órgãos... E a moça que a socorreu, era uma catadora de lixo, com certeza, mais uma mulher abandonada da China...

17 de out de 2011

Conferencia LGBT em São Paulo


I Conferência Livre LGBT Região Oeste - Fatec Barueri - 16/10 - Domingo. Venha discutir políticas públicas para Gays, Lésbicas, Bissexuais, Transexuais e Travestis e participar da luta contra a homofobia.  Após a conferência teremos uma festa na Blits Club - Rua da Prata - Jardim dos Camargos - Credenciados entrada VIP. Não perca essa oportunidade de dizer o que pensa, e o que todos precisam saber!!!


Ajudando hoje sempre na divulgação de eventos contra qualquer tipo de preconceito.

Bjo Milly costa

14 de out de 2011

Dia Mundial de Lavar as Mãos


Minhas lindas sou cadastrada pela Secretaria de Saúde para receber campanhas de alerta a população, e poder ajudar a divulgar. Eu não sabia e acho que vocês também não sabem por que não é algo que a mídia divulgou, mas hoje 14de outubro é o dia mundial de lavar as mãos, uma campanha que visa ensinar as crianças e adolescentes a manter o abito de lavar as mãos e assim diminuir doenças transmitidas por bactérias e vírus evitando assim epidemias. Então vamos passar essa ideia adiante. 
Acho complexo que num mundo tão moderno e "evoluído" as pessoas ainda necessitem de campanhas como essa  para aprender um ato de higiene básico que é lavar as mãos. 

Bjo da gorda Milly Costa

12 de out de 2011

Nossas Crianças Precisam de Ajuda



Hoje em homenagem as lindas crianças desse país vou fazer esse post, não é nada sobre como elas são lindas e fofas, também não é nada de como elas podem alegrar nossas vidas, muito menos que elas são o futuro do nosso país, por que isso tudo todos nós já sabemos de cor, eu amo crianças pela inocência que vejo no olhar delas, por que elas não nos negam sorrisos, por que elas oferecem beijos e abraços sem querer nada em troca.

Porem infelizmente a realidade em que muitas das nossas crianças vivem é simplesmente de dar medo, nossa constituição garante que toda criança deve ter direitos básicos atendidos, a caráter preferencial, ou seja entre um adulto e uma criança por essa ser indefesa a preferência é da criança sempre.  Mas assim como tantas outras leis constitucionais nada disso é atendido quem vai dizer levado a serio.

Vamos dar uma olhadinha nessas constatações:

Em média, 18 mil crianças são vítimas de violência doméstica por dia no Brasil. Os dados, apresentados pela Sociedade Internacional de Prevenção ao Abuso e Negligência na Infância (Sipani), representam 12% das 55,6 milhões de crianças menores de 14 anos.
 
Dados do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) mostram que 80% das agressões físicas contra crianças e adolescentes foram causadas por parentes próximos. Ainda de acordo com o Unicef, de hora em hora morre uma criança queimada, torturada ou espancada pelos próprios pais. 

Crianças com deficiência sofrem maus tratos. E ninguém sabe. Uma pesquisa realizada pelo Instituto Fernandes Figueira, referência em doenças genéticas da FioCruz, sugere que crianças com deficiência também são vítimas de violência – mas recebem pouco ou nenhum amparo. Uma análise feita a partir de um total de 8.000 notificações, de oito Conselhos Tutelares do Rio de Janeiro, mostrou que apenas 3% são relacionadas a crianças com deficiência. "Essas crianças que são ainda mais vulneráveis são também invisíveis aos olhos de quem pode ajudá-las", diz Rachel Niskier Sanchez, autora do estudo.


Não é preciso falar em números para perceber que as coisas não andam bem para nossas crianças, ligar a televisão no horário do jornal já mostra o quadro em que a coisa está porem me parece que quando tratamos de números a mente absorve mais rápido, parece que fica mais serio. Abaixo alguns tipos de violência praticada contra as crianças para que possamos identificar com mais facilidade.

Tipos de violência infantil:

SÍNDROME DE MUNCHAUSEN
Quando a criança é levada para cuidados médicos devido a sintomas inventados ou sinais provocados por seus responsáveis. A partir disso, ela é submetida a exames, uso de medicamentos, sofrendo conseqüências físicas e psicológicas.


ABUSO SEXUAL
É todo ato sexual em que o agressor está em estágio de desenvolvimento psicossexual mais adiantado que a criança ou o adolescente. Pode ser induzido, influenciado ou forçado.


MAUS TRATOS PSICOLÓGICOS
Englobam rejeição, depreciação, discriminação, desrespeito, cobrança ou punição exageradas. Pela falta de evidências, é o tipo mais difícil de ser diagnosticado.


NEGLIGÊNCIA
Omissão do responsável em fornecer cuidados básicos e todos os elementos necessários para o desenvolvimento da criança.

Estou escrevendo esse post, com uma tristeza muito grande, por saber que poucas pessoas denunciam que poucas pessoas se revoltam mais pouco elas podem fazer, mesmo com as denuncias existem casos que ficam impune,  não confio muito na justiça, porem só posso esperar que eles ajam e pedir a Deus que tudo sempre de certo para a proteção de nossas crianças. 

Milly Costa 
Visitem meu blog
www.projeto-gr.blogspot.com 



8 de out de 2011

Eu vim de lá do Nordeste...

Meninas, isso é uma coisa que me consome...

Sou filha de mãe bahiana e não tolero de forma alguma o preconceito contra essa gente guerreira, batalhadora e unida que é o povo nordestino...

Ai hoje, garimpando na net, acho esse vídeo... Fresquinho... rs

E SENSACIONAL!!

Pra calar a boca de muita gente nojenta que existe por aí...



O Kaio fala bastante palavrão... Mas pela indignação dele, eu também falaria... Aliás falo! rs

Beijokas!

6 de out de 2011

Comentários de um GAY sobre o movimento da Rede Globo!



Recebi via email, como aquelas correntes de "Vale a pena ler!" li...quis dividir, me de sua sincera opinião sobre isso !

"Tenho 42 anos, sou gay, torcedor do cruzeiro, advogado e moro em Londres.
Nunca sofri nenhum tipo de discriminação em virtude de minha orientação sexual.
E, como gay, penso que tenho alguma autoridade nesse assunto. 
Primeiramente - e já contrariando a turba - gostaria de expressar minha sincera simpatia pelo Deputado Bolsonaro, que no fundo deve ser uma pessoa de uma doçura ímpar, apesar de suas manifestações "grosseiras e/ou politicamente incorretas".  
Mas ele está corretíssimo em suas ponderações sobre as ideais dos gays brasileiros. 
Vou direto ao assunto. 
Nunca tive problemas em ser homossexual porque sou uma pessoa comum, quase igual à vida de qualquer heterossexual.
 Esse negócio de viver a vida expressando diuturnamente sua sexualidade é uma doença.
 A sexualidade é algo que se encontra na esfera da intimidade e não diz respeito a ninguém. 
Não tenho trejeitos e não aprecio quem os tem.  
Para mim, qualquer tipo de extremo é patológico.
 Minha vida é dedicada e focada em outras coisas, principalmente o trabalho.  
Outros, como doentes que são, vivem a vida focados na sexualidade 
O machão grosseiro e mulherengo ou a bicha louca demonstram bem estes extremos.
Qualquer tipo de pervertido ou depravado (como a Preta Gil), o pedófilo, estão neste mesmo barco. 
Nunca fui numa parada gay e jamais irei, pois para mim aquilo é um circo de loucas horrorosas, uma apologia à bizarrice e à cocaína. 
Sejam francos e falem a verdade!  
Hoje aplaudimos o bizarro e a perversão doentia e ainda levamos nossos filhos pra assistir esses desfiles.  
Se a parada gay realmente fosse um ato político, relembrando sua real importância histórica, muita bem caberia no carnaval - abrindo o desfile das escolas de samba. Muito mais apropriado.
 Está rolando, sim, um movimento das bichas enlouquecidas, no sentido de transformar o mundo num grande puteiro-hospício gay.  
Eu tenho um sobrinho de 11 anos e nunca senti a necessidade de explicar para ele que o "titio é gay" - isto é uma palhaçada.  
As crianças devem ser educadas no sentido de respeitar o próximo e ponto.  
Isto engloba tudo. 
Se pararmos para olhar como o mundo se encontra, temos que reconhecer que o modelo de educação que se desenvolve há décadas foi criado no sentido de deseducar e desestruturar cultural e intelectualmente as massas.  
Universidades por todo mundo vomitam milhões de pseudos-intelectuais todos os anos, mas tudo piora a cada dia, e caminhamos a passos largos para o buraco.  
Todos os governos do mundo conspiram contra seus próprios cidadãos e se transformaram em grandes máfias, junto com os Bancos e as Corporações estão levando tudo, inclusive (e principalmente) nossa própria humanidade.  
corrupção se alastra pelo globo, e nunca vimos tantas guerras e descrições que vão desde o aspecto moral até o material - a destruição de nosso próprio planeta. 
A coisa está tão feia, mas tão feia, que somente uma intervenção "divina" é capaz de frear nossos insanos governantes e a turba alucinada. E digo mais!
 A fonte desse movimento encontra-se dentro da Rede Globoonde a viadagem anda solta, desde muito tempo atrás. 
Os maiores interessados no crescimento desse movimento gay são os diretores dessa TV desumana, a Globo,  que, no fundo, no fundo, incita as crianças e jovens a assumirem um lado feminino, que, em tese, às vezes nem existe de fato. 
Se ninguém disser um chega BEM ALTO a essa gayzada frenética, a coisa sairá dos limites - como já está saindo.
 Essa é a expressão de milhares e milhares de pessoas, para não dizer milhões. 
Os gays precisam de amor e compreensão, não de fanatismo apregoado pelas bichas ensandecidas."

E ai...é um discursso politicamente correto, um email fake de machão ou a verdade ?!

5 de out de 2011

Apoio ao Teleton


Com o objetivo de ampliar a quantidade de atendimentos, que até 1998 eram centralizados na unidade de São Paulo, a AACD criou o Teleton, uma maratona televisiva que busca conscientizar a população a respeito das possibilidades de um deficiente físico, gerando grande mobilização social.

Além de prestar contas das atividades realizadas pela entidade, é uma das principais ferramentas de captação de recursos da instituição.

Em 2010, o evento arrecadou R$ 23,9 milhões, valor destinado à construção de uma nova unidade da instituição, em Mogi das Cruzes (SP), que deve ser concluída em outubro de 2011. 

A 14ª edição do Teleton será realizada nos dias 21 e 22 de outubro de 2011. Mais uma vez a AACD contará com a parceria do SBT, responsável pela geração e transmissão do evento para todo o país, durante mais de 24 horas, ao vivo.

Você pode doar para o Teleton a qualquer momento. Com a sua contribuição, a instituição poderá manter os atendimentos que já realiza e atender mais de 32 mil pacientes que estão na fila de espera.

Curiosidade

Criado em 1966 nos Estados Unidos pelo ator Jerry Lewis, que teve um filho deficiente físico, o Teleton é realizado em mais de 20 países da Europa, América do Norte e América do Sul, anualmente. A América Latina possui uma organização dos países que realizam o Teleton, a Organização Internacional dos Teletons (Oritel). O objetivo da Oritel é favorecer a troca de conhecimento entre os países e instituições, além de possibilitar uma melhor integração entre aqueles que visam uma sociedade mais justa e produtiva para os deficientes físicos de todo o mundo.

As empresas que apoiam causas sociais, como o Teleton, são preferidas por consumidores e formadores de opinião. Contribua para melhorar a vida de milhares de deficientes físicos.


0500 12345 05 – R$ 5,00
0500 12345 10 – R$ 10,00
0500 12345 20 – R$ 20,00
0800 774 2011 – para doações acima de R$ 30,00
www.teleton.org.br – doação de qualquer valor acima de R$ 50,00





4 de out de 2011

PODE ME CHAMAR DE GAY






Pode me chamar de gay, não está me ofendendo. Pode me chamar de gay, é um elogio.
Ser gay me favorece, me amplia, me liberta dos condicionamentos. Não é julgamento, é uma referência.
Pode me chamar de gay, está dizendo que sou inteligente. Está dizendo que converso com ênfase. Está dizendo que sou sensível.
Pode me chamar de gay. Está dizendo que me preocupo com os detalhes. Está dizendo que dou água para as samambaias. Está dizendo que me preocupo com a verdade.
Pode me chamar de gay. Está dizendo que guardo segredo. Está dizendo que e importo com as palavras que não foram ditas. Está dizendo que tenho senso de humor. Está dizendo que sou carente pelo futuro. Está dizendo que sei escolher as roupas.
Pode me chamar de gay. Está dizendo que cuido do corpo, afino as cordas dos traços. Está dizendo que falo sobre sexo sem vergonha. Está dizendo que danço levantando os braços.
Pode me chamar de gay. Está dizendo que choro sem o consolo dos lenços. Está dizendo que meus pesadelos passaram na infância. Está dizendo que dobro a toalha de mesa como se fosse um pijama de seda.
Pode me chamar de gay. Está dizendo que sou aberto e me livrei dos preconceitos. Está dizendo que posso andar de mãos dadas com os anéis. Está dizendo que assisto a um filme para me organizar no escuro.
Pode me chamar de gay. Está dizendo que reinventei minha sexualidade, reinventei meus princípios, reinventei meu rosto de noite.
Pode me chamar de gay. Está dizendo que não morri no ventre, na cor da íris, no castanho dos cílios.
Pode me chamar de gay. Está dizendo que sou o melhor amigo da mulher, que aceno ao máximo no aeroporto, que chamo táxi com grito.
Pode me chamar de gay. Está dizendo que me importo com o sofrimento do outro, com a rejeição, com o medo do isolamento. Está dizendo que não tolero a omissão, a inveja, o rancor.
Pode me chamar de gay. Está dizendo que sei esperar sua primeira garfada antes de comer. Está dizendo que não palito os dentes. Está dizendo que desabafo os sentimentos diante de um copo de vinho.
Pode me chamar de gay. Está dizendo que sou generoso com as perdas, que não economizo elogios, que coleciono sapatos.
Pode me chamar de gay. Está dizendo que sou educado, que sou espontâneo, que estou vivo para não me reprimir na hora de escrever.
Pode me chamar de gay. Que seja bem alto. A fragilidade do vidro nasce da força e do ímpeto do fogo”.      

[Carpinejar. Canalha!: retrato poético e divertido do homem contemporâneo. Crônicas. Bertrand Brasil. 2008].

3 de out de 2011

Estupros, Homens e Justificativas.


Recebi na ultima quarta- feira um e-mail da deputada Jô Morais com uma nota em revolta sobre um acontecimento que agride a lógica, a psicologia e a legalidade. 
Uma Garota de 14 anos foi estuprada por três homens com idades de 18, 19 e 22 anos, na região metropolitana de Belo Horizonte, Mas a revolta não se caracteriza somente pelo fato do estupro, após a noticia sobre o estupro ser lançada em um jornal da web, um imbecil teve coragem de deixar como comentário a seguinte frase:


“Com a Forma Vulgar com que andam vestidas, querem o que?”

Sentiram a mesma raiva que eu ao ler isso? Certo, o que pensar em saber que até a hora em que foi visto pela deputada o comentário já havia recebido apoio de mais doze homens?
Por mais que eu viva, não vou conseguir entender de que tipo de pessoas o mundo esta sendo feito, é triste, é doloroso, é de dar medo que pessoas com acesso a informação utilize os neurônios para pensar uma coisa desse tipo, quer dizer que uma mulher por se vestir de forma vulgar é igual a escrever no seu corpo, eu posso ser estuprada. Que mundo de merda é esse, que uma criança de 14 anos tenha sido estuprada por três homens maiores de idade e ainda seja culpada pelo próprio estupro.

Um demônio que pensa uma coisa desse tipo é no mínimo um aspirante a estuprador, isso se já não for um, vermes acéfalos que pregam a violação do corpo feminino como desculpas a podre e neolítica necessidade sexual masculina, em tempos que mulheres sem valor próprio se oferecem para sexo apenas em troca de um copo de cerveja em bares e esquinas do país por que estuprar alguém, por que estuprar uma criança?

Será que depois de ler isso, alguém aqui consegui acreditar da mesma forma num futuro bonito? Quer dizer que o modo como se veste uma mulher da permissão para ter ser corpo invadido e achar que para isso não se deve culpar os monstros que cometeram ato tão repulsivo, que tipo de pessoa consegue cuspir tal pensamento  de sua mente e ainda receber apoio, depois vem essa merda de gente ignorante e diz que acabou o machismo, que mulheres e homens têm os mesmos diretos e  são tratadas de forma igual.

Particularmente acho que os homens necessitam com urgência de uma reeducação para viver em sociedade, e isso precisa ser feito com a rapidez de quem vê uma epidemia letal se aproximar da raça humana, pois a tendência é piorar, já que a punição para esse tipo de idéia não existe.
Nenhum deputado, prefeito ou governador, juiz, desembargador ou coisa parecida foi capaz de achar esse ocorrido bestial e pedir ajuda aos poderes públicos, apenas uma mulher por que sabe o que é ser mulher se horrorizou e foi pedir ajuda,  eu não faço apologia a nenhum partido ou candidato, não tenho acordo e nem nada do gênero com ninguém porem trago aqui as vezes algumas das obras políticas da deputada Jô Morais, por sentir que fazem sentido ter essas idéias divididas, aqui vai um trecho discurso dela:

- ...Senhores, senhoras esta é uma situação de extrema gravidade para a qual precisamos estar atentos. Estamos falando de pessoas que tem acesso à informação, à educação, com conhecimento e interesses que lhes permitam participar de fóruns na mídia, na web. Ou seja, há algo de muito errado na formação de nossos crianças, adolescentes, jovens, dos homens e mulheres de amanhã que ainda transferem para as vítimas de crimes sexuais a responsabilidade pela violência.
Elas foram estupradas, vilipendiadas ameaçadas porque assim o quiseram. Seus corpos, suas roupas, seus comportamentos foram um meio para este fim, é o que dizem os que assim comportam. Mas a violência sexual é um crime de poder, de dominação. Contra ele precisamos implementar políticas públicas transversais que alterem essa cultura de subordinação de gênero. Precisamos sobretudo da articulação dos diversos órgãos governamentais, das esferas de poder, dos centros de saber, das famílias, de cada um individualmente na busca freqüente e incessante da equidade entre homens e mulheres. Era o que eu tinha a dizer. Muito obrigada. (Jô Morais)
Espero minhas queridas leitoras, que vocês possam proteger suas filhas desses tipos de seres, espero muito que alguma coisa seja feita para mudar a idéia de que toda mulher merece ser tratada como lixo.

Até breve.  Milly Costa
Visitem meu blog clic na imagem

1 de out de 2011

O diabo é o pai do rock?? Ou seria Hitler??



Acabei de ver a postagem de uma amiga minha no face, dizendo que Cláudia Leitte associou o bom e velho rock n' roll e seus adoradores a ninguém mais, ninguém menos que Adolf Hitler...

Trecho da postagem do blog de uma das musas do axé que vi no Yahoo! OMG!:

"Não gostar de Axé é normal! Anormal é achar-se superior porque conhece John Coltrane ou porque adora o Metallica. Procurem no Google sobre a história de um ariano que se achava superior aos judeus...Há tanto por fazer. E pessoas com voz ativa, com acesso à internet, manifestam-se como se fossem melhores que as outras porque curtem o LED ZEPPELIN… Hein?' Artistas internacionais vêm pra cá, mostram a bunda, atrasam-se por 2 horas pq estão dando uma festinha no camarim, não conseguem conciliar a respiração com o canto, não preparam espetáculos para o nosso povo, desafinam, enfim, pouco se importam conosco, querem beijar na boca, ir à praia e tomar nossa cachaça, e nós, que pagamos caro para assistir aos seus “espetáculos” em nossa terra, aplaudimos a tudo isso. Ah! É Rock! É Pop! É bom!', disse Leitte"

POOOXAAAAAAAA VIDAAAAAAA! Eu gosto muitão de rock n' roll, mas também gostava (desanimei...=s) das músicas de Claudinha.... Sou "eclética em partes" tem certos cantores e estilos musicais que não curto, mas nem por isso vou sair por aí abrindo minha "torneirinha de besteiras" e discriminando o gosto alheio. É chato né?

Eu sei que muitos, mas muitos que se "dizem" rockeiros realmente são como ela falou, se acham superiores. Mas vejo também "axezeiros", "pagodeiros", "forrozeiros", "funkeiros", "reggaeiros", etc., agindo exatamente da mesma maneira...

Eu sinceramente acho que as pessoas da mídia deveriam filtrar suas palavras, ou nesse caso, seus dedos...

Vamos ouvir música!! Boa e sem rótulos!! Sendo suave ou pesada, mas desde que nossa alma vibrar de felicidade!!



Beijos!!

#WTFF??!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©