O preconceito não tem peso físico que possa ser contabilizado em uma balança, mas pesa bem mais que o corpo de um gordo.

O preconceito não tem sexualidade nem preferência por gênero, mas é tão violento quanto um estupro.

O preconceito não tem cor visível, mas com toda certeza é bem mais escuro que a pele de um negro.

O preconceito não tem preço ele é distribuído de graça, o preconceito é vivo e se move com rapidez de um lince, espalha-se como um vírus, impregna o mundo e permanece anônimo mesmo quando esta mostrando a cara.

Dê voz a sua luta, seja contra o preconceito seja ele em que seguimento social esteja, o peso do preconceito pode ser grande,

porem o peso da sua força é bem maior.(Milly Costa)

18 de fev de 2012

Campanha - Rio: Carnaval Sem Preconceito







Rio Carnaval Sem Preconceito
(Arlindo Cruz / Luana Carvalho)

É VERÃO, A CIDADE ESTÁ EM FESTA
É O REINADO DA ALEGRIA
TRAGA AS SUAS FANTASIAS
MANDE EMBORA O DESAMOR

DE PÉ NO CHÃO NÃO EXISTE DIFERENÇA
NEM DE COR E NEM DE CRENÇA
VALE TUDO EM NOME DO AMOR
SAMBA É TRADIÇÃO NO MEU RIO DE JANEIRO
UM REDENTOR PRA ABRAÇAR O MUNDO INTEIRO

VEM SER MAIS UM
UM SER DE PAZ NA MULTIDÃO
DEIXAR FALAR SEU CORAÇÃO
SER CARIOCA NO PRAZER DE SONHAR

FOLIÃO, TER LIBERDADE É NÃO TER MEDO
SACODE A POEIRA E BATE NO PEITO
O RIO É CARNAVAL SEM PRECONCEITO

TOLERÂNCIA ZERO COM A DISCRIMINAÇÃO
VOCÊ QUER, EU QUERO
MAIS RESPEITO E INCLUSÃO
FELICIDADE É O NOSSO DIREITO
VAMOS LÁ, MEU RIO CARNAVAL SEM PRECONCEITO











Que o PRECONCEITO não de as caras no carnaval e em qualquer data
no Rio de Janeiro e em qualquer localidade


Bom carnaval !

16 de fev de 2012

Frase do dia !



"Pensar é o que muita gente 
acha que está fazendo, 
quando está apenas 
rearrumando seus preconceitos." 
(William James)

14 de fev de 2012

Seguidora que interage!



Mariana Emmanuel uma seguidora do nosso grupo O PESO DO PRECONCEITO la no facebook publicou hoje o seguinte texto :

"Mais alto do que meu IMC é meu astral, mais largo do que meus quadris é o meu sorriso, e muito maior do que meu corpo é minha alegria de viver. Porque me amo e me aceito da forma como sou. E porque tudo isso é viver
A beleza é única, mas cada qual com a sua. E todas são especiais. Portanto, valorize-se! Sou feliz assim... e ninguem tira o meu sorriso do rosto por ser uma plus..."

E é claro que tive que compartilhar aqui no blog .

Isso porque não concordo com esse "mundo plus size" que muitos enxergam, achando que ser plus  é ter um book...  
Porque ela diz em poucas palavras o que deve ser dito sobre a maldita ditadura da beleza, 
Porque ela com o poder da palavra em seu pequeno texto ensina como aumentar sua auto estima. !

13 de fev de 2012

Vencer os Limites do Preconceito


Eu nasce mulher, negra, pobre, cresce gorda, me tornei uma adulta gay (sim para quem ainda não sabe eu sou gay) e nunca esquecendo de dizer disléxica e assumidamente adepta do candomblé. Eu sou a candidata perfeita para sofrer preconceitos e como disse uma colega de movimento com uma frase super preconceituosa “Você nasceu Cagada”. É eu acho que se eu não fosse à pessoa espirituosa que sou eu me sentiria cagada na vida.
Porem eu percebi com o tempo que se eu não sofresse preconceito por um motivo eu sofreria por outro e que o melhor que eu teria a fazer era driblar todos eles e seguir em frente caso contrario o mundo iria me engolir de forma violenta, e eu não queria ser engolida, eu queria dar um passo para frente e em seguida um para o alto, em minhas poucas aspirações de vida o que eu realmente queria era me destacar para ser uma exceção a regra de ser cagada.

 Nascer mulher nunca é fácil, desde criança você começa a ser treinada para ser submissa e não queridos leitores não é uma coisa que seus pais façam, é algo  que a sociedade faz. Minha mãe é um exemplo de mulher que lutou, sofreu, mas venceu e nunca demonstrou fraqueza, ela sempre ensinou que lutando se pode ter tudo que se almeja, meu pai sempre me disse que o mundo era meu e que eu poderia ter dele tudo que estivesse disposta a buscar e nada poderia me atrapalhar. Mas mesmo com essas mensagens, vinha à parte da criação que dizia você precisa saber que não pode brigar com os meninos eles são mais fortes, mulher só pode sentar de pernas fechadas, é mais bonito mulher usar vestidos e saias, mulher tem que andar arrumada se não os outros chamam de desleixada e todas aquelas regrinhas que a gente já conhece de cabo a rabo.

Como somos uma família de descendia negra por parte de mãe, e totalmente mestiça por parte de pai, (minha avó é filha de uma italiana com um índio, e teve o meu pai com um negro meu DNA é uma salada) eu nasce com a pele negra, tenho uma irmã mas velha de pele clara quase branca, e a caçula mas puxada pro morena mesmo. E então as pessoas olhavam para nós três e diziam vocês não se parecem nada, e algumas bem inconvenientes chegaram a dizer nossa é cada uma filha de um pai...
Minha mãe sempre teve em mente que precisamos ser mais bem sucedidos, estudar mais, ser mais educados e bem mais inteligentes sem contar bem vestidos, por que negro mal vestido é ladrão, negro que não estuda é burro e vai morrer burro, e negro pobre é por que negro nunca vai subir na vida. Não, não era ela quem era preconceituosa, apenas ela sabia que tudo isso já foi dito por pessoas que acreditavam nisso e que ou a gente tenta melhorar ou sempre que entrarmos numa loja com roupas confortáveis seremos destratados, e os vendedores não nos atendem por acreditarem que não temos grana para pagar pelos produtos. É nós já passamos por isso.

Lembro que quando eu era criança, ainda não se comentava sobre dislexia e pouco se sabia sobre isso, como eu sempre fui meio nerd (e já havia o conceito de precisar estudar mais que os outros) eu me dediquei muito para uma prova de ciências, e fiz toda a prova correta, se bem avaliada eu deveria tirar dez como nota, pois todas as perguntas sem exceção estavam respondidas de forma correta, porem a minha nota foi zero eu lia e relia e não entendia porque da nota e fui contestar, ouvi uma resposta que nunca vou esquecer na vida, a professora disse você escreveu tudo errado, essa prova é um lixo como você quer ter nota, imagina como vai ser isso no futuro, isso na frente de toda a classe. Eu comecei a chorar e sai da sala.
Quando minha professora de português apareceu e me viu chorar, foi saber o que havia acontecido, eu contei e mostrei a prova a ela, ouvi a seguinte resposta, minha filha pare de chorar a função da língua é informar eu como professora de português nunca te dei uma nota baixa por que sei que você conhece todo o assunto, e sempre fui uma das minhas melhores alunas, vejo os textos que você escreve e como consegue se expressar enxugue suas lagrimas, e não deixei nunca ninguém te fazer achar que o que você escreve é um lixo.
Assim como a professora de português meus demais professores sabiam que eu tinha conhecimento do assunto e que não era errado o que eu escrevia e sim eram trocadas as letras, é eu troco as letras, eu escrevo uma mesma palavra de milhares de formas diferentes, por que o meu cérebro não consegui gravar a grafia, traduzindo eu não consigo gravar como se escreve cada palavra, mas conheço e sei o significado litetaral e contextual de cada uma delas assim como sei conjugá-las nos tempos verbais.  Mas poucas pessoas sabem como funciona os vários tipos de dislexia.

Não bastando eu ter esses motivos para sofrer preconceito, eu fui, sou e acredito que serei gorda, e cansei de tentar emagrecer e de me rejeitar por isso,  mesmo com todas as possibilidades de ouvir a cada momento em que eu passe na rua o quanto eu sou larga, o quanto ocupo espaço, o como possivelmente eu sou feia ou vou morrer pelo meu peso, mesmo que ninguém saiba que possivelmente eu tenha um problema hormonal, e não sou gorda por comer quilos de comida.
Assim como também as pessoas não conseguem entender que eu e nem ninguém escolheu ser gay, simplesmente se nasce dessa forma, é uma condição emocional, sexual e física, não sei onde colocaram na cabeça que é uma opção pois eu duvido muito que iríamos escolher ser chamados de “diferentes” sofrer por não poder dizer como as pessoas comuns dizem para uma outra pessoa eu estou interessada em você sem ser motivo de estranheza ou de gracejos, escolher não poder beijar em publico ou dar as mãos a quem eu amo. É como alguém poderia escolher viver assim se seria bem mais fácil amar alguém do sexo oposto e viver feliz como a cinderela sem ser covardemente julgada, é a duvida que eu tenho.

Quando penso nas varais vezes que ouvi na escola o quanto as pessoas sentem medo dos macumbeiros, as vezes que ouvi dizerem na rua que o povo do candomblé é adorador do demônio que fez pacto de morte e oferece sangue para satanás. Quantas pessoas foram proibidas de exercer a fé, pois ninguém quer se relacionar com religiões profanas e como eu tinha medo de dizer que eu e minha família éramos o tal do povo do candomblé e ser excluída.

È se for ver por cada situação de minha vida eu realmente nasce cagada, mas antes de eu aceitar ser cagada eu aceitei que eu represento uma pessoa comum com muitos motivos para dizer que o mundo é ruim para mim, e que eu nunca serei feliz na vida. Mas eu não quero e nunca quis ser cagada, então eu ignorei todos esses medos e aspectos que me colocaram e fui além do que o futuro de lixo que a minha professora me disse que eu teria. Eu fui além do que a negra pobre, eu quis mais por que ou eu queria mais para mim ou eu seria sempre inferiorizada pelos conceitos de um conjunto de gente que só sabe depreciar o outro. Eu até posso ser cagada, na visão de muita gente, mas no fundo no fundo tem muita merda querendo ser tão cagada quanto eu. Por mais que me digam que não seria possível eu brotei verde em meio o concreto eu mostrei vida.

Bjo grande da Gorda para todos vocês
Visitem meu blog A Gorda Revolucionaria


10 de fev de 2012

Fotos chocantes contra a obesidade ...


Achei o texto no site PAPO DE GORDO...não tinha como não compartilhar...

Fotos chocantes com pessoas em estágio avançado de doenças sérias para estimular viciados a largar seus hábitos ruins. Não, não estamos falando das fotos de doentes de câncer em embalagens de cigarro. A campanha dessa vez é para os “viciados” em junk food.
A nova campanha do Departamento de Saúde da prefeitura de Nova Iorque contra a obesidade traz como garoto-propaganda um homem diabético que teve a perna amputada em decorrência da doença. Diante da foto, aparecem três copos de refrigerante de tamanho crescente e a frase “As porções cresceram; assim como o diabete tipo 2, que pode levar a amputações”.

 Continuem a ler a matéria no site: papodegordo


Meu pitaco...
Acho válido qualquer tentativa de prever problemas de saúde seja através da comida ou não...mas essas "fotos" não são de grande impacto a muitas pessoas.
No Brasil ainda é menos procurada esse tipo de comida, e essas fotos fazem um tipo de chacota e não concientização!
Ainda acho muito falha a tentativa de concientização sobre os vicios...o que vc acredita que deve ser feito ?

8 de fev de 2012

De acordo com pesquisa, 8,2% dos recrutadores afirmam que evitam contratar candidatos obesos


Isso pode indicar que, dependendo do cargo e da empresa, os “quilinhos a mais” fazem, sim, a diferença.  De acordo com especialistas, não é que os candidatos obesos percam pontos ao serem comparados com outros. Mas, geralmente, os mais esbeltos podem ter chances de se destacar mais. 


“É como se todos os candidatos estivessem lado a lado em uma fila e os não obesos dessem um passo à frente”, afirma Leandro Muniz, gerente da empresa de recrutamento Michael Page em Curitiba.


Em alguns casos, “o candidato obeso que chega à entrevista ofegante, passando mal, suando, acaba demonstrando uma fraqueza na saúde”, diz Renata Mello, especialista em etiqueta empresarial.

“A saúde está associada a estilo de vida, de hábitos e a maioria dos obesos tem maus hábitos”, afirma com Ricardo De Marchi, médico, presidente da CPH Health e autor do livro “Saúde e Qualidade de Vida no Trabalho”. A obesidade, muitas vezes, vem atrelada com doenças como pressão alta, colesterol elevado, diabetes e sedentarismo.

E isso pode, muitas vezes, influenciar diretamente na produtividade profissional. Pesquisa realizada nos Estados Unidos aponta que o aumento do Índice de Massa Corporal (IMC) está diretamente ligado à frequência das faltas ao trabalho dos funcionários.
O estudo acompanhou 4.153 funcionários da Shell durante quase dez anos. No período, aconteceram 132,8 ausências no trabalho para cada mil funcionários que apresentavam peso normal; 193,5 faltas para cada mil que estavam acima do peso e 239,7 para cada mil obesos.
“Cuidar da alimentação, ter uma regularidade nos treinos acabam ajudando o profissional a conhecer outras pessoas e pode influenciar positivamente em sua carreira”, afirma Muniz. 



Meu pitaco: Bom, mais uma vez o preconceito impera, porque nem todo obeso tem problemas de saúde, muito menos chega ofegante e suado em uma entrevista de emprego. Que mania que as pessoas têm de generalizar tudo, viu? Espero, de coração, que isso um dia acabe! Eu (Renata Cotta), Mi!lly, Nana e Vanessa estamos aí para não deixar a peteca cair! Gordinhos do meu Brasil: vistam-se bem, apostem em seus conhecimentos e não desistam de conseguir um emprego! É até melhor não trabalhar em uma empresa onde os gordos não tem vez, porque você poderia ser alvo de preconceito e o ambiente de trabalho talvez não fosse legal! Pense positivo e não desista nunca!! Sem descuidar da saúde, é claro!! Beijos a todos!!! Desculpem pelo sumisso, mas o bicho tá pegando!! Trabalhando demais da conta!!

Renata Cotta

1 de fev de 2012

Pesquisa afirma que o preconceito começa dentro de casa



Uma pesquisa realizada aqui no Brasil mostra que o preconceito racial nas escolas é bem grande, mas tal pesquisa mostrou que o preconceito dos jovens, começam logo quando são crianças, dentro de suas próprias casas.
Pois são os pais uns os principais responsáveis por formarem filhos preconceituosos para com pessoas que não seja da mesma raça, não seja heterossexual, etc, é claro que isso não é um dado generalizado, mas faz parte da grande maioria.
A formação familiar esta defasada, pois os pais estão deixando a educação dos filhos a mercê,  as crianças começam a ouvir os pais falando coisas que são preconceituosas, isso acaba sendo para criança uma maneira de dela também se expressar, infelizmente de maneira incorreta. Quem sofre mais com isso são os discriminados, pois o preconceito para com pessoas de cor negra é grande, mesmo com tanta informação muita gente não enxerga igualdade entre as raças, porque cor não quer dizer absolutamente nada.
E é triste isso ainda ser o maior vinculo com o preconceito...crescer no meio de uma familia cheia dele é complicado...

Fonte : GuiaDicas

#WTFF??!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©