O preconceito não tem peso físico que possa ser contabilizado em uma balança, mas pesa bem mais que o corpo de um gordo.

O preconceito não tem sexualidade nem preferência por gênero, mas é tão violento quanto um estupro.

O preconceito não tem cor visível, mas com toda certeza é bem mais escuro que a pele de um negro.

O preconceito não tem preço ele é distribuído de graça, o preconceito é vivo e se move com rapidez de um lince, espalha-se como um vírus, impregna o mundo e permanece anônimo mesmo quando esta mostrando a cara.

Dê voz a sua luta, seja contra o preconceito seja ele em que seguimento social esteja, o peso do preconceito pode ser grande,

porem o peso da sua força é bem maior.(Milly Costa)

25 de fev de 2013

Indiretas...Novo jeito de não falar nada !





Não poderia deixar de trazer esse texto mega atual, super inteligente e de facil entendimento pra dividir com vocês!
Ele foi escrito pela Monik Ornellas, do Bitola Humana ...


Eu tenho uns conceitos que entendo serem  complexos pra galera entender, são coisas que invento pra mim, mas, que até agora tem dado certo, rsrs. Tipo, fidelidade não é algo que temos para o outro e sim para nós e a mesma coisa é a tal da sinceridade.
Todo mundo cobra sinceridade e tem probleminhas com mentiras, sei lá, fico muito cabreira com gente que se incomoda demais com isso e tem neurose de ser enganada. É que nem o malandro-safado que pega todas e se torna obsessivo-compulsivo-possessivo em ser traído, tremendo espelho! Como ele faz, acha que todo mundo é igual.
Detesto mentiras, mas a gente mente. Seja uma desculpinha esfarrapada aqui, um não quero me aborrecer ali ou um não vou magoar acolá, a gente mente. Sempre temos uma mentirinha branca na manga pra lançar mão e ninguém se faz de rogado pra isso, é praxe.
Mas a pior mentira é aquela que inventamos para nós mesmos, tipo, "sou super sincero", porra nenhuma! Não acredito que jogar indiretas seja o mesmo que ser sincero, já falei isso em algum post por aí. Entendo que jogar indiretas é:
- Quando não temos capacidade, nem coragem de mandar a real - diretamente - a quem tem questões pendentes conosco;
- Uma baita de uma dificuldade no ato de se comunicar, que vêm da pura ausência de clareza interna;
- Quando jogamos a responsa nos ombros do outros e queremos que eles tenham atitudes das tais não fazem a menor idéia que deveriam ter (e esse item volta ao segundo no quesito "dificuldade de comunicação");
- Uma auto-ilusão no sentido de ser "sincero";
- Outra auto-ilusão na construção de uma identidade que tem "atitude"... #porranenhuma
Existe uma linguagem não verbal que poucos dão valor, mas que em suma é o que dita a regra da vida. Se comunicar bem é uma arte, e quem manda indireta, definitivamente, não a domina.
Indireta é a arte direta do "vou mandar verde pra colher maduro". Péssima forma no cultivo de relações. Se a semente é incerta, dela pode crescer qualquer coisa, concorda?
Uma pessoa com clareza interna, que entende e respeita seus limites, dificuldades e que sabe o que quer, consegue se colocar de forma clara e DIRETA, a quem quer que seja sem ser rude, vil ou vingativa em suas palavras, mesmo que o que tenha a expor sejam as suas incertezas. Ela não pecisa se defender com verbos.

A sinceridade tem sido confundida com agressividade verbal.

Indiretas só chamam mais indiretas, pois não alimentam a necessidade interna-humana de ser entendido e atendido pelo outro. Já um papo direto, sim.
Uma indireta é como fazer uma cesta: para que ela acerte a pessoa que se deseja atingir, é necessário que a mesma esteja com sua carapuça aberta. E para infelicidade e indignação de quem manda, na maioria das vezes, ela não está, em contrapartida, existem milhares de pessoas que se sentem vitimadas pelo mundo e vivem encarapuçadas, de forma que agarram qualquer indireta como se fosse um presente de grego para a sua baixa auto-estima. Logo, indireta = desserviço para a humanidade.
E essa tem sido a dinâmica da vida em sociedade: indiretas, telefones sem fio, conversas de sudo e mudo, linguagem de sinais para cegos emocionais e tantos outros modos que só refletem a dificuldade interna de todos nós em ter um papo direto com quem realmente somos.
Abraços diretos!
Monik Ornellas


Eu mesmo (Nana) tenho tentado segurar mais a onda , porque ninguem é obrigado a entender "minha sinceridade" e eu mesma não posso fazer com que pessoas a engulam...Mesmo assim eu sou muito direta, até demais e se tenho que dizer realmente algo, falo dando nome aos bois...Mas lembrando sempre que todos pedem sinceridade, verdade, mas não estão preparadas pra ela ;)
Pra terminar uma musica que diz algo :

Eu presto atenção no que eles dizem mas eles não dizem nada... ♪ Ié iè !

Comente com o Facebook:

5 comentários:

  1. Olha Monik, entendo o que vc quis dizer quanto a neurose da "mentira", sim sim!
    Mas acho complicado generalizar...existem pessoas sinceras sim, que acabam falando e ofendendo, mas não porque confundem com grosseria, simplesmente pq são muito autênticas...só que acho que temos que atenuar certas coisas e às vezes não falar algo não é ausência de sinceridade, mas apenas uma forma de poupar aborrecimentos, pensar "será que vale a pena comentar isso" é sempre um bom caminho.

    Eu não gosto de mentiras, mas acho que a mentira prejudica mais o mentiroso mesmo...só que existem certas omissões cotidianas que realmente fazem parte do ser humano...acho que td é um pesar na balança: qdo no saldo do seu dia, houveram mais pequenas mentiras do que uma grande verdade, é...acho que temos um problema...

    beijos enormes

    ResponderExcluir
  2. Vi seu blog lá na agenda dos blogs e vim conhecer!
    Adorei e ja estou seguindo!
    Aproveito a oportunidade para te convidar a conhecer o meu :)

    Sucesso
    Bjooos

    http://mundofashiondataah.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá querida vi o seu blog no Agenda dos blogs vim te visitar e já estou te seguindo.Se quiser me fazer uma visita fique a vontade.
    Jesus abençõe você e sua família.
    Bjinhos Coloridos e abençoados.
    http://liliangoes78.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. eu tenho um sério problema,inúmeras vezes falo primeiro e penso depois.Tô tentando inverter a ordem.Será que dá? Adorei o seu blog. bjo e boa semana

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Faço parte da Agenda dos Blogs, vim visitar seu blog e já estou te seguindo, venha seguir o meu também, será um prazer recebê-la. Amei estes seus artigos, nos faz refletir bastante.
    http:/passatemposeartesanatos.blogspot.com.br

    Beijos.
    Shirley Nesi

    ResponderExcluir

Bem vindo(a), obrigada pela visita !!!
Fique á vontade e não esqueça de seguir :)
Comentários são sempre bem vindos *-*

#WTFF??!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Layout: Bia Rodrigues | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©